//

Workshop discute qualificação sustentável do café de Rondônia, em Cacoal 

peixe-post-madeirao-48x48

Workshop discute qualificação sustentável do café de Rondônia, em Cacoal 

peixe-post-madeirao

O governo de Rondônia tem realizado investimentos que promovem o fortalecimento da cafeicultura no estado

Para dar continuidade à atividade de qualificação sustentável do café de Rondônia, que tem elevado o estado entre os maiores produtores de café, foi realizado o 1º Workshop do Currículo de Sustentabilidade do Café na Indicação Geográfica Matas de Rondônia (IG), no dia 11 de junho, em Cacoal. O evento teve a participação de extensionistas da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO), em parceria com a Plataforma Global do Café, Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), Associação dos Cafeicultores da Região das Matas de Rondônia (Caferon), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e apoio de uma instituição financeira cooperativa.

O currículo de sustentabilidade do café foi lançado em 2015, com a participação e contribuições da Emater-RO, como o incentivo às boas práticas agrícolas na condução da lavoura cafeeira. A metodologia prevê que o agricultor assuma uma série de práticas com a prerrogativa de promover mais benefícios, tanto ao meio ambiente quanto ao consumidor. Rondônia tem se destacado nessa perspectiva, vencendo diversos concursos de qualidade e sustentabilidade pelo país, ao longo dos últimos anos.

Segundo o técnico responsável pelo programa de café na Emater-RO, Fausto Lima, o workshop realizado em Rondônia contou com a participação de parceiros que fazem parte, diretamente, da execução do Currículo de Sustentabilidade do Café (CSC), e explicou que cada entidade tem a sua responsabilidade. “A Plataforma Global do Café é a responsável pela criação do CSC e a Emater cadastra e habilita os cafeicultores para o CSC. A Caferon é a organização mantenedora da Indicação Geográfica (IG) Matas de Rondônia, e o Sebrae fomenta a comercialização dos cafeicultores para que aumentem a rentabilidade e o desenvolvimento dos seus empreendimentos”, referenciou.

QUALIFICAÇÃO 

Palestras, debates e visita técnica em propriedade

O diretor-presidente da Emater-RO, Luciano Brandão, que realizou a abertura do evento, destacou que o currículo de Sustentabilidade do Café é um norteador de instrumentos que qualifica a propriedade para ser sustentável, tanto do ponto de vista econômico quanto social e ambiental. “O currículo é o item primordial para acessar a venda pela indicação de procedência Matas de Rondônia. É preciso atender todos os quesitos que se encontram no caderno de especificação técnica, e Rondônia vem alcançando essa conquista”, evidenciou.

O governo de Rondônia vem investindo e estabelecendo parcerias para oferecer o que há de melhor para o estado, e isso inclui a promoção de ações capazes de melhorar a rentabilidade da lavoura cafeeira, consequentemente, melhorando a qualidade de vida na agricultura familiar.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o objetivo é estar sempre buscando inovações que possam trazer benefícios aos rondonienses, seja na cidade ou no campo. “O workshop é um desses benefícios, pois alinha técnicas e possibilita a multiplicação das boas práticas oferecidas pelo currículo de sustentabilidade do café”, ressaltou.

PARTICIPAÇÃO E PRÁTICA

O Workshop do Currículo de Sustentabilidade do Café na IG Matas de Rondônia recebeu uma comitiva da Cooperativa Regional dos Cafeicultores de Guaxupé (Cooxupé), de Minas Gerais, que junto aos participantes de Rondônia estiveram envolvidos nas palestras e discussões do evento. Após o evento, os participantes vivenciaram uma prática da aplicação do currículo de sustentabilidade na propriedade da cafeicultora Sirley Riz Salleze, que obteve nota de 89 pontos, no último Concurso Estadual de Qualidade e Sustentabilidade do Café (Concafé), realizado no ano passado.

ENTRE NO GRUPO DE WHATSAPP E RECEBA NOTÍCIAS EM PRIMEIRA MÃO

O post Workshop discute qualificação sustentável do café de Rondônia, em Cacoal  apareceu primeiro em Governo do Estado de Rondônia.