Servidores doam sangue e contribuem com o estoque de bolsas da Fhemeron

peixe-post-madeirao

Servidores doam sangue e contribuem com o estoque de bolsas da Fhemeron

peixe-post-madeirao
servidora pvh doacao sangue daiane
Michel Pontes é considerado um doador fidelizado
Michel Pontes é considerado um doador fidelizado
Maria Luiza, assistente social da Fhemeron
Maria Luiza, assistente social da Fhemeron

“Sou Servidor e Doo Sangue com Amor”. O nome da campanha desenvolvida por várias semanas promoveu e tocou o coração de Daiane Cindel Nascimento Nóbrega e Michel Pontes, ambos servidores da Prefeitura de Porto Velho. A dupla, acompanhada de mais 36 funcionários, fez na sexta-feira (9) uma contribuição na manutenção do estoque da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron).

A campanha começou através de uma iniciativa dos secretários titulares da Secretaria Municipal de Administração (Semad) ainda durante o último mês, o chamado “Junho Vermelho”, período estratégico que incentiva a doação de sangue.

“A gente fica ansiosa por nunca ter doado. E, fazer parte desta colaboração, é muito gratificante, pois podemos ajudar muitas outras pessoas e tudo acontece acompanhado por outros colegas de trabalho, o que motiva ainda mais”, disse a servidora do Setor de Atendimento da Semad, Daiane Cindel, que sentiu influenciada pela ação e, por isso, fez o seu primeiro gesto de amor e solidariedade ao próximo com a doação de uma bolsa de sangue.

CHAMAMENTO

Já Michel Pontes, considerado um doador fidelizado, fez a sua terceira doação. Para ele, que trabalha no setor administrativo da Semad, era preciso esperar o seu intervalo entre as doações. Além disso, tinha ciência de vários chamados públicos em busca de doadores, principalmente com a redução do fluxo, em virtude da pandemia de Covid-19.

“É uma ação tão nobre. Vemos que tem muita gente que precisa urgente de sangue e, a Prefeitura, com a busca do atendimento à população, precisa trabalhar em conjunto para suprir essa necessidade de saúde pública”.

RESPONSABILIDADE

A campanha consistiu em diversas ações internas de sensibilização entre os servidores visando incentivar a doação de sangue. Para o secretário de Administração, Alexey da Cunha Oliveira, a campanha teve um saldo considerado positivo internamente, além de promover um gesto de amor ao próximo.

“Facilitamos o procedimento com o suporte para o deslocamento de nosso pessoal com um veículo. Ficamos satisfeitos com a adesão e, esperamos que a ideia seja ampliada para outras secretarias municipais”, destacou.

ESTOQUE

A parceria com a Semad atende uma necessidade diária e constante da Fhemeron, segundo a assistente social da Unidade, Maria Luiza, que lembrou que o banco de sangue sobrevive da doação dos voluntários. “Ainda mais que, o sangue não pode ser comprado, e ele não é encontrado em farmácia e nem pode ser fabricado, ou seja, a doação é voluntária e gratuita”, disse Maria Luiza com gratidão pelo movimento que ampliou o estoque.

Desde o último mês, várias bolsas foram coletadas nas campanhas realizadas pela Fhemeron durante o ‘Junho Vermelho’. Por conta disso, há o status de “situação confortável” quanto à disposição do produto humano. “Mas, trabalhamos com vida e ela não para. Amanhã, por exemplo, posso estar com o estoque embaixo”, ressaltou.