//

Seleção masculina de vôlei do Brasil está definida para Paris 2024

peixe-post-madeirao-48x48

Seleção masculina de vôlei do Brasil está definida para Paris 2024

peixe-post-madeirao

Estreia será contra a Itália em 27 de julho, pelo Grupo B

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) anunciou neste domingo (7) os 12 jogadores convocados para representar o Brasil na Olimpíada de Paris. A equipe, comandada pelo técnico Bernardinho, contará com cinco estreantes em Jogos Olímpicos: os irmãos Alan e Darlan, Adriano, Flávio e Lukas Bergmann. Entre os veteranos, destacam-se o levantador Bruninho, Lucão e Lucarelli, que conquistaram o ouro na Rio 2016. Confira a lista completa no final do texto.

Expectativas para o torneio

Lucarelli, em entrevista ao portal Olympics.com, comentou: “A gente tem uma seleção muito forte, com muitos jogadores bons. Se a gente conseguir chegar coeso e um time bem organizado, temos grandes chances”.

Regras e estreias

Bernardinho também convocou Honorato como jogador extra, que poderá ser utilizado caso algum dos 12 atletas se lesione. Esta regra do 13º jogador é uma novidade nesta edição dos Jogos e será aplicada a todas as 12 equipes classificadas para Paris.

Primeiros desafios

O Brasil fará sua estreia contra a Itália, às 8h (horário de Brasília) no dia 27 de julho, um sábado. Quatro dias depois, enfrenta a Polônia às 4h da manhã, e no dia 2 de agosto, uma sexta-feira, jogará contra o Egito às 8h.

Histórico e objetivos

O Brasil busca seu quarto título olímpico em Paris. A seleção masculina já conquistou o ouro em Barcelona (1992), Atenas (2004) e na Rio 2016. Em Pequim (2008) e Londres (2012), o Brasil ficou com a prata, perdendo as finais para Estados Unidos e Rússia, respectivamente. Nos Jogos de Tóquio 2020, o time terminou na quarta posição, após perder a disputa pelo bronze para a Argentina.

Convocados

  • Levantadores: Bruninho e Cachopa
  • Ponteiros: Adriano, Leal, Lucarelli, Lukas Bergmann
  • Opostos: Alan e Darlan
  • Centrais: Flávio, Isac, Lucão
  • Líbero: Thales
  • 13º convocado: Honorato (ponteiro)