Idosos se emocionam ao receberem a primeira dose da vacina contra a Covid-19

peixe-post-madeirao

Idosos se emocionam ao receberem a primeira dose da vacina contra a Covid-19

peixe-post-madeirao
idosos-tomando-vacina

A vacinação contra a Covid-19 em idosos a partir de 80 anos começou nesta semana em Porto Velho. Na manhã desta quarta-feira (03), no sevgundo dia de vacinação os idosos dessa faixa chegaram cedo na Escola Juscelino Kubitschek de Oliveira, no bairro Agenor de Carvalho, para garantir a imunização contra o Coronavírus.

Seu Mário Francisco de 83 anos, chegou no horário agendado pelo neto e explicou a importância da vacina. “A vacina  é o único remédio e salvação nossa para ficar livre, nós estamos presos por ele”, disse.

Já Cassilene Delmondes acompanhou a mãe, Terezina Delmondes de 83 anos, falou sobre o alívio da chegada da vacina contra a Covid-19. “A vacina é um alívio e uma expectativa para que acabe logo essa pandemia eu tenho 48 e vou aguardar a minha vez”, disse.

Idosos e acompanhantes aguardando para serem vacinados / Foto: Roni Carvalho

Maria Liduína é técnica de enfermagem e responsável pela equipe de vacinação, contou que já foi vítima da Covid-19 e perdeu a irmã para a doença e destacou como é trabalhar com a imunização após a chegada da vacina.

“Nós tivemos uma idosa de 97 anos que ficou emocionada com a vacina, ainda assim ela está consciente que ela só pode voltar a rever os parentes, sair do isolamento depois da segunda dose e alguns dias. A vacina demora uma tempo para ativar o sistema imunológico. A segunda dose dessa vacina de Oxford é depois de três meses. A vacina é bem esperada pelos pacientes porque sabem que logo depois da segunda vão sair desse isolamento profundo que está afetando o psicológico deles de ver os filhos na rua e não pode ver os netos e os bisnetos”, destacou.

A técnica de enfermagem destacou que para esta quarta-feira (03) são esperados 150 idosos na escola Juscelino Kubitschek de Oliveira. Na terça-feira (02), 96% dos idosos esperados foram vacinados.

Como agendar a vacinação

O agendamento das vacinas pode ser realizado através da internet ou telefone, o idoso poderá escolher dia e local disponíveis que prefere ser vacinado. O objetivo da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) é facilitar o acesso desse público ao serviço, evitar longas filas de espera e aglomerações nos pontos de vacinação.

Por telefone, o agendamento poderá ser realizado através do Call Center pelo número 0800 647 5225. A ligação é gratuita e o serviço funciona das 7h da manhã até 1h da madrugada. Também estão disponíveis os números 3224-8071, 3901-2822, 98473-6948, 98473-4537, que atendem das 8h às 17h de segunda a sexta-feira.

Também é possível acessar o site  e preencher corretamente os campos com as informações solicitadas. São quatro passos até a confirmação do agendamento: Passo 1 – Informar o nome completo, data de nascimento e CPF; Passo 2 – Escolher o local onde deseja ser vacinado de acordo com a disponibilidade de vaga; Passo 3 – Escolher a data e o turno da manhã ou tarde; Passo 4 – Confirmar as escolhas na tela. O agendamento estará concluído com sucesso somente quando o usuário confirmar suas escolhas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), ao agendar o serviço, o usuário poderá escolher entre seis pontos em Porto Velho. Na zona Leste, Escolas Juscelino Kubitschek de Oliveira e Jânio da Silva Quadros; Na região Central, Escolas Carmela Dutra e Padre Chiquinho; Na zona Sul, será Escola João Bento da Costa e zona Norte o Instituo Federal (IFRO) na Avenida Calama. Todos os endereços estão disponíveis no final deste texto.

Segundo a Semusa cada escola terá quatro salas de vacinação com funcionamento das 8h às 17h para imunizar os usuários agendados. No momento da vacinação é fundamental apresentar o RG, Cartão do SUS e CPF para conferência dos dados informados no agendamento. Esta também é uma exigência do Ministério da Saúde que acompanha a vacinação em tempo real através de sistema de informação.

Fonte: SGC