Em cirurgia inédita no Brasil, jovem tem 30 kg de tumores tirados do corpo

peixe-post-madeirao

Em cirurgia inédita no Brasil, jovem tem 30 kg de tumores tirados do corpo

peixe-post-madeirao
Karina Andressa Rodini

A curitibana Karina Andressa Rodini passou por uma cirurgia inédita que retirou 30,4 kg de tumores no último dia 16, no Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR). Diagnosticada de neurofibromatose, doença sem cura e sem tratamento específico comprovado, a jovem foi operada pelo cirurgião McKay Mckinnon, um norte-americano especialista na retirada de grandes tumores.

Após conhecer o cirurgião McKay Mckinnon pela internet, Karina fez uma campanha de arrecadação virtual para poder custear os custos da cirurgia e a vinda do médico para o Brasil. Segundo McKinnon, a cirurgia de Karina durou cerca de 11 horas. “O tumor do neurofibroma provavelmente tem mais tecido vascular ao redor e dentro dele do que qualquer outro tipo de tumor”, contou o cirurgião ao Uol.

Conforme o cirurgião brasileiro Alfredo Benjamin Duarte, que acompanha o caso de Karina, essa é a primeira vez no país que um tumor tão grande conseguiu ser ressecado. “A gente viu que sobrou uns 15% de tumor. Então, provavelmente ano que vem a gente vai fazer mais uma ressecção, mas bem menor que essa”, disse Duarte ao portal Metrópoles.

A neurofibromatose surge em função de uma mutação genética, que pode estar presente em um dos pais ou em suas células germinativas (nesse caso, pai e mãe não apresentariam a doença), ou ainda ser uma mutação nova, um “erro genético”.

De acordo com Duarte, a operação de Karina serviu de aprendizado para a equipe brasileira que acompanhou o procedimento. “Com certeza não só eu, mas todos os outros cirurgiões e médicos residentes que participaram da cirurgia, estão muito entusiasmados com o que pudemos aprender”, disse ao Uol.

Fonte: Isto É