Recurso aprovado: Japonês revela detalhes de usina de asfalto

peixe-post-madeirao

Recurso aprovado: Japonês revela detalhes de usina de asfalto

peixe-post-madeirao
USINA DE ASFALTO 4

Na última semana, o prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês, recebeu a confirmação do Governo de Rondônia pela instalação de uma usina de asfalto de última geração em Vilhena. Em reuniões junto do deputado estadual e líder de governo Luizinho Goebel no DER (Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes) de Rondônia. Aprovado na Assembleia Legislativa nesta semana, o recurso da usina já deve seguir para licitação em breve pelo Estado com previsão de implantação em Vilhena ainda em 2021 com início de operações em 2022, após o período chuvoso.

 

“Está definido que é fato a implantação da usina em Vilhena. A Prefeitura já disponibilizou o terreno, na esquina da avenida Tancredo Neves com a rua Cascavel, ao lado da indústria de baterias Zoche. Agradeço ao deputado estadual Luizinho Goebel por sua luta em prol deste projeto junto ao governador Marcos Rocha e à Assembleia, pois nesta semana tivemos um avanço importantíssimo: a aprovação do recurso para a usina, que já será destinado para a compra imediata. Dissemos no ano passado que essa ação seria realidade e agora isso está ainda mais próximo de acontecer”, explica o prefeito Eduardo Japonês.

 

Japonês lembra que a cidade tem cerca de 250 quilômetros de ruas e avenidas sem asfalto. A implantação da usina poderá representar economia de mais de 50% no valor do asfaltamento no município e um grande avanço em velocidade na pavimentação do município.

 

“O projeto que votamos nesta semana na Assembleia autoriza o Governo a remanejar valor para o DER, que vai adquirir a usina por meio de carona em ata de registro de preços do Exército Brasileiro. É uma usina ‘top de linha’. Ela vai servir para atender as rodovias estaduais e também as demandas dos municípios. As prefeituras de todo o Cone Sul vão comprar os insumos e a usina vai gerar o produto, que poderá ser aplicado nos municípios. Isso vai trazer mais qualidade de vida, economia para as Prefeituras e comodidade para a população”, garante Luizinho Goebel.

 

Além de novas ruas pavimentadas, a usina permitirá a produção de material para recapeamento de ruas e avenidas em Vilhena já desgastadas pelas várias décadas desde sua implantação. Japonês destaca que a aquisição, em breve, por parte da Prefeitura de Vilhena de uma fábrica de manilhas vai ajudar ainda mais o poder público a economizar recursos. “Estamos trabalhando para que ela seja operada com mão-de-obra da população privada de liberdade no Centro de Ressocialização Cone Sul. Além de termos as tubulações para acelerar o asfaltamento de Vilhena, estaremos economizando recursos e contribuindo para a recuperação social de muitas pessoas, afinal, o trabalho dignifica o homem”, explica o prefeito Eduardo Japonês.

 

Em seu mandato de estreia, de 2018 a 2020, após greve de caminhoneiros, contingenciamentos federais, restrições do período eleitoral e uma pandemia, Japonês fez cerca de 12 quilômetros de asfalto com drenagem e licitou mais dois quilômetros. É compromisso do prefeito executar a pavimentação de diversos bairros também com drenagem. Boa parte deles já têm projetos aprovados e terão obras iniciadas neste ano, como os bairros Alto dos Parecis, Bela Vista, Barão do Melgaço 1, Jardim Social, Cidade Nova, Jardim Universitário, Embratel e outros.