Professor é vacinado por ex-aluna em Porto Velho: ‘Foi muito emocionante para mim’

peixe-post-madeirao

Professor é vacinado por ex-aluna em Porto Velho: ‘Foi muito emocionante para mim’

peixe-post-madeirao
Professor é vacinado por ex-aluna em Porto Velho: 'Foi muito emocionante para mim'

Com 33 anos de profissão, o professor de biologia Sauro Bacelar Martins foi surpreendido, mesmo usando boné e máscara, ao ser reconhecidos por ex-alunas que faziam parte da equipe de imunização da vacina contra a Covid-19 na capital. Professor é vacinado por ex-aluna em Porto Velho revela: “foi muito emocionante para mim”
arquivo pessoal
Após a longa espera e expectativa pela vacina contra a Covid-19, o professor de biologia Sauro Bacelar Martins ganhou mais um motivo para comemorar o momento da imunização. Ele foi vacinado por ex-alunas, que apesar da máscara e o boné, o reconheceram imediatamente. Para Sauro, o reencontro em um momento tão especial foi uma “dupla emoção”.
Ao G1, o professor contou que as ex-alunas, que faziam parte da equipe de imunização, são de épocas diferentes. Algumas do cursinho preparatório para o Enem, outras quando lecionou na faculdade e algumas ainda do tempo de colégio. Ter sido reconhecido por elas, destaca ele, foi emocionante.
“Elas me reconheceram e fizeram questão de falar que eu tinha sido professor de biologia delas. A chefe da equipe foi minha aluna, isso há bastante tempo, mas também me reconheceu. As outras são mais recentes, acadêmicas de medicina”.
Sauro ainda conta que, apesar da correria para a fila da vacinação avançar, guardará o reencontro e o momento da imunização com carinho.
“Foi muito emocionante para mim. Não sei o nome de nenhuma, não havia tempo para bater um papo e perguntar isso. Muita gente esperava na fila”.
“Sempre serei a favor da vacinação”
Em Rondônia, de acordo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e Agência de Vigilância em Saúde (Agevisa), mais 6 mil pessoas morreram vítimas da Covid-19. O professor, que tem 59 anos, destaca que vacinação é a única saída para o Brasil não perder mais vidas.
“É a coisa mais importante agora nestes tempos estranhos. Eu, como professor de biologia e ex-acadêmico de medicina, sou e sempre serei a favor da vacinação para esta e para todas as doenças que podemos evitar. Essa em particular, que tanto sofrimento tem causado”.
Vacinação em Rondônia
A vacinação contra a Covid-19 começou no dia 19 de janeiro em Rondônia. Seis meses depois, apenas 213.622 pessoas estavam totalmente imunizadas seja com as duas doses ou com a dose única, conforme dados do Ministério da Saúde, divulgados até quinta-feira (22).
De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), até o último sábado (24), 658.583 pessoas tomaram a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 em Rondônia. Já a 2ª dose foi aplicada em 219.665 pessoas.
Leia também:
Apenas uma cidade de RO tem mais de 40% da população totalmente imunizada contra a Covid; veja ranking
Vacina contra Covid em Porto Velho: quem pode ser vacinado, quando e o que deve fazer