Produtores de leite em RO entram em confronto com PM durante protesto

peixe-post-madeirao

Produtores de leite em RO entram em confronto com PM durante protesto

peixe-post-madeirao
confronto produtores

A manifestação de produtores de leite dos municípios de Vale do Anari, Theobroma e Machadinho D’Oeste teve o registro de conflito com a Polícia Militar.

Imagens feitas pelos manifestantes mostrou o clima de tensão instalado no local nesta última terça-feira (13),

“A polícia não deixou a gente conversar, me pegou e meteu o spray de pimenta na minha cara”, disse um dos produtores rurais que estavam no local.

Para impedir que o abastecimento de leite às indústrias de lacticínio da região sentisse o baque do protesto, alguns caminhões tanque carregados de leite estão sendo escoltados pela polícia para impedir qualquer ação contra o serviço.

Os produtores rurais estão na RO 133, rodovia estadual de grande importância comercial ao Estado. Eles protestam contra o preço baixo que vem sendo pago no litro do leite e pedem um denominador comum no valor pago entre quem vende e quem compra.

Baixo preço

De acordo com os produtores, o litro do leieo que era vendido às industrias de laticínio ao preço de R$ 1,80 sem explicação alguma baixou do dia para a noite  R$ 0,60 e ficou em R$ 1,20.

Eles alegam que essa redução somada ao aumento do custo da produção deixam um prejuízo considerável, se tornando inviável a produção de leite na região.

A manifestação está sendo promovida em diversos pontos de Rondônia, no início da semana alguns produtores chegaram distribuir leite à comunidade e em outros casos jogaram fora o estoque.

O Governo do Estado afirmou que vem acompanhando o protesto que continua até um acordo entre as partes.