Operação prende 17 integrantes de quadrilha que invade e loteia terras particulares em Rondônia

peixe-post-madeirao

Operação prende 17 integrantes de quadrilha que invade e loteia terras particulares em Rondônia

peixe-post-madeirao

Invasões aconteciam principalmente na região de São Francisco do Guaporé. Grupo usava forte armamento para invadir propriedades particulares. A Polícia Civil prendeu 17 pessoas na Operação Canaã, deflagrada na manhã desta sexta-feira (11), em municípios de Rondônia. Segundo investigação, o grupo é invasão de terras privadas na região de São Francisco do Guaporé.
Além dos 17 mandados de prisão temporária, os agentes da polícia cumpriram 21 mandados de busca e apreensão nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná (RO), Seringueiras (RO), Mirante da Serra (RO), São Miguel do Guaporé (RO) e Várzea Grande (MT).
De acordo com investigação conduzida pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), essa quadrilha agia da seguinte maneira:
Primeiro eram mapeados os lotes da área a ser invadida;
Depois, usando armamento de alto calibre, os suspeitos invadiam a propriedade;
Após isso, os líderes da organização criminosa ofereciam cotas aos camponeses e investidores mediante pagamento pecuniário, veículos e armas;
A organização criminosa também prometia a legalização da posse após a tomada da terra;
Um desses locais prometidos seria a terra Canaã.
A operação tem o apoio da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Draco/DERF.
Os nomes dos presos na operação desta sexta-feira não foram divulgados.
Veja mais notícias de Rondônia