Depois de oito meses, Rondônia volta a registrar filas por leito para tratamento da Covid

peixe-post-madeirao

Depois de oito meses, Rondônia volta a registrar filas por leito para tratamento da Covid

peixe-post-madeirao
Depois de oito meses, Rondônia volta a registrar filas por leito para tratamento da Covid

Segundo relatório do governo do estado, sete pessoas aguardam por um leito, sendo quatro para UTI e três para leitos clínicos. Ao todo, 148 pessoas estão internadas com suspeita ou confirmação do vírus. Leitos para pacientes de Covid-19
Joel Rodrigues/ Agência Brasília
Sete pessoas aguardam por um leito para tratamento da Covid-19 em Rondônia, de acordo com o relatório de ações divulgado pelo Governo do estado na noite de domingo (5). Filas voltam a ser registradas depois de oito meses.
Segundo o relatório, dos pacientes que aguardam por um leito, dois estão em situação grave e positivados para o vírus e dois estão graves, mas ainda não tiveram o teste positivado. Em ambos os casos, as pessoas esperam por um leito em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do estado.
O relatório também aponta que dois pacientes estão com o quadro moderado, mas não estão positivados com o vírus e apenas um paciente está com o quadro moderado e com o teste de Covid confirmado. Esses pacientes aguardam por um leito clínico.
Leia mais: dos 11 mortos pela Covid na segunda (22) em RO, sete não haviam tomado nenhuma dose de vacina, diz Agevisa
Pacientes aguardando leito
Redução dos leitos
Em julho de 2021, a Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI) e o Hospital de Campanha da Zona Leste de Porto Velho, não tinham mais pacientes internados com Covid-19 e por isso, os leitos das duas unidades começaram a ser reduzidos por conta da queda no número de internações. A queda foi de 77,5% nos leitos clínicos e 72,5% em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).
Leia mais: dos 102 leitos de UTI Covid disponíveis em Rondônia, apenas 36 estão ocupados
De acordo com o relatório do governo, 288 leitos, entre UTI e clínicos, estão disponíveis no estado. Desses, 148 estão ocupados por pessoas com suspeita ou confirmação do vírus. As internações estão distribuídas em:
Rede Pública Estadual – 99
Rede Privada – 3
Rede Municipal – 45
Rede Filantrópica – 1
Ritmo da vacinação
De acordo com o consórcio de veículos de imprensa, com dados da Secretária de Saúde do Estado (Sesau), 1.197.996 pessoas receberam a 1ª dose do imunizante, o que corresponde a 66% da população de Rondônia.
Acompanhe: mapa de vacinação contra a Covid-19 no Brasil
O quantitativo de pessoas que tomaram a 2ª dose ou a dose única, 1.000.208 pessoas estão imunizadas, o que corresponde a 55,1% da população.
VÍDEOS: veja outras notícias de Rondônia