Conexão Verde: Veja como plantar pitaya em vaso e ter o fruto em sua casa

peixe-post-madeirao

Conexão Verde: Veja como plantar pitaya em vaso e ter o fruto em sua casa

peixe-post-madeirao
Conexão Verde: Veja como plantar pitaya em vaso e ter o fruto em sua casa


Plantio no quintal de Fernando Gehrke ultrapassa os 100 pés. Colheita do fruto dura cerca de 6 meses e planta precisa de muito sol. Fernando montou um pitayal no quintal de casa e tem quase 100 pés de pitaya
Fernando Gerhke/Arquivo pessoal
Já pensou em ter um pitayal no quintal da sua casa? Foi o que Fernando Gehrk fez. O estudante de agronomia começou o plantio por acaso, e hoje, ele mantém mais de 100 pés de pitaya na área urbana de Porto Velho. Em menos de 2 anos, já foram colhidos cerca de 250 quilos da fruta. Segundo ele, o primeiro contato com a fruta foi quando visitou um plantio na área rural da capital e percebeu que o proprietário ainda tinha muitas perguntas a respeito.
“Como eu trabalho com abelhas, eu levei colmeias, fizemos a polinização e ele tinhas muitas dúvidas. Como ele precisava de ajuda para tirar essas dúvidas e eu sou acadêmico de agronomia, ganhei umas mudas dele e comecei o pitayal pra fazer um berçário e começar as pesquisas,” lembra.
Para você ter a mesma experiência em casa, Fernando te ensina o passo a passo para plantar seu próprio pé de pitaya (veja vídeo abaixo). Os materiais necessários são:
Esterco (no caso, ele usa de carneiro)
Estaca de 1,5m ou 1,3m de altura e boa qualidade, que tenha durabilidade
Terra de boa qualidade
Mudas de boa procedência
Fita ou outro material para a amarração
Material para cobertura vegetal
Aprenda a plantar pé de pitaya em vaso e manter no quintal de casa
“A madeira deve ser boa pra durar 15, 20 anos. Ainda não vamos colocar o suporte com pneu em cima porque a pitaya ainda vai crescer. Você pode fazer depois. Coloque a parte mais lisa da pitaya rente a estaca. Não enterrar a pitaya por inteiro, apenas a ponta. Pra proteger a terra, o adubo e dar umidade do caso, uma quantidade generosa de grama, palha de café ou arroz, serragem. É importante fazer uma cobertura vegetal”, explica.
Initial plugin text
Florada, rega e frutificação
Initial plugin text
Quando sua planta estiver florida, você pode fazer a polinização manualmente. As flores da pitaya costumam abrir a noite, horário mais indicado para fazer a troca do pólen. Fernando indica inclusive, fazer o processo entre espécies diferentes. “É legal pra fazer uma frutificação maior. Às vezes só o pólen da própria flor, quando você poliniza, dá um fruto de cerca de 300 gramas mas com o pólen trocado entre espécies, o fruto pode ter 550, 600 gramas”, afirma. No vídeo abaixo ele explica outros detalhes como a fase após a retirada dos frutos e a rega.
A indicação sobre rega é que sejam despejados no pé de 3 a 6 litros de água por dia. Fernando diz ainda, que a fruta está entre as tendências de investimentos, por ser pouco explorada. “Quando tiraram a planta da sombra e colocaram no sol pleno, ela mostrou um potencial produtivo pra fruticultura em várias partes do mundo e agora começa a ser explorada mais agora. É uma fruta pouca conhecida ainda porque está nova na gastronomia”, diz.
A colheita da pitaya pode durar cerca de 6 meses e a produção de cada pé depende dos cuidados com a planta. Na internet, Fernando dá dicas rotineiramente, sobre o cultivo da espécie.
Veja mais notícias do Rondônia Rural