Com investimento de R$ 1 milhão, avenida Presidente Nasser ganhará ciclovia e pista de caminhada

peixe-post-madeirao

Com investimento de R$ 1 milhão, avenida Presidente Nasser ganhará ciclovia e pista de caminhada

peixe-post-madeirao
Centro_De_Vilhena

Uma pista de caminhada e ciclovia da BR-364 até a avenida Rondônia será construída no canteiro central da avenida Presidente Nasser, com mobiliários, equipamentos urbanos, playground, calçamento e acessibilidade. A obra de quase R$ 1 milhão de recursos próprios da Prefeitura de Vilhena teve recursos aprovados pela Câmara Municipal de Vereadores na última semana.

Sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Esporte (Semes), a obra tem valor total de R$ 970.371,66 e beneficiará ciclistas, pedestres e condutores, com previsão de início já em 2022.

Eduardo Japonês, prefeito de Vilhena, aponta que o investimento foi feito através de economia de recursos. “Conseguimos destinar essa verba através de muita contenção de gastos. São recursos nossos, arrecadados do IPTU e ISSQN, por exemplo. Fazemos questão de investir bem o recurso público. Agradeço aos vereadores que por unanimidade aprovaram o projeto. Estamos trabalhando juntos para fazer de Vilhena uma cidade melhor”, destaca Eduardo.

Pico da pandemia

Welliton Oliveira, secretário municipal de Esportes, lembra que o foco da secretaria é colaborar com a sociedade. “Durante o pico da pandemia da covid-19, grande parte da população ficou sem se exercitar, devido às restrições e ao distanciamento social. Então, é de grande importância que o poder público ofereça estes espaços para que os moradores possam fazer suas atividades. No próximo ano, além desta pista, vamos realizar inúmeras atividades que contemplarão todo tipo de público”, conclui Welliton.

 O processo agora passa pelo trâmite licitatório e a Prefeitura estima que as obras comecem no primeiro semestre de 2022. Também para o próximo ano, a Prefeitura trabalha em um projeto no mesmo molde, atendendo desta vez a avenida Tancredo Neves, no trecho entre a Prefeitura até a Rua A, passando pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).