Capital está com hospitais lotados de pacientes com Covid-19

peixe-post-madeirao

Capital está com hospitais lotados de pacientes com Covid-19

peixe-post-madeirao
hospital de base

O secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, anunciou que as unidades de saúde da capital estão lotadas de pacientes de Covid-19. Os números de infectados cresceram desordenadamente e não houve ações rápidas para a abertura de novos leitos. Segundo Máximo, a superlotação envolve os leitos de UTIs e os leitos clínicos. “A gente pede a conscientização das pessoas”, conclamou.

O secretário também disse que a Sesau está tomando providências. O Centro de Reabilitação (da Zona Leste) está com reforma em fase final e ficará exclusivo para internações de pacientes de Covid-19. São 33 leitos que estão sendo reformados com investimentos do Grupo Rovema e do Grupo Pensar Rondônia composto por empresários.

“A gente percebe que a doença está avançando muito e os empresários tem interesse que o problema seja logo resolvido”, disse Adélio Barofaldi, presidente do Grupo Rovema.

Sobre o aluguel de uma ala do Hospital do Amor, o secretário disse que a direção da unidade prometeu para ainda esta semana. Fernando Máximo também falou sobre o andamento da reforma de um hospital privado, adquirido recentemente pelo estado por R$ 12 milhões. “As obras estão bem adiantadas”, disse sem dar previsão de conclusão dos serviços. A unidade vem sendo chamada pela Sesau como “hospital de campanha” e deverá abrir mais 100 leitos.

Quanto a reforma e ampliação do Hospital de Base Ary Pinheiro, que está paralisada a mais de um ano, o secretário não citou na coletiva. Segundo profissionais de saúde, são três alas que juntas dariam mais 140 leitos. Essa ampliação do HB vem sendo questionada porque ampliaria os leitos de forma mais rápida, com maior economicidade ao estado, além de ter todo o corpo técnico agregado numa única unidade de saúde. Fonte: SGC