Câncer de próstata é o 2º mais comum entre os homens; veja onde procurar atendimento preventivo em Rondônia

peixe-post-madeirao

Câncer de próstata é o 2º mais comum entre os homens; veja onde procurar atendimento preventivo em Rondônia

peixe-post-madeirao
Câncer de próstata é o 2º mais comum entre os homens; veja onde procurar atendimento preventivo em Rondônia

Campanha do Novembro Azul relembra a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. Se diagnosticada na fase inicial, a doença ultrapassa 90% de chance de cura. Campanha ‘Novembro Azul’ alerta para saúde do homem e prevenção do câncer de próstata
Divulgação/Pixabay
O penúltimo mês do ano é marcado pela campanha Novembro Azul, que reforça a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. No Hospital de Amor da Amazônia, localizado em Porto Velho, a ação deve permanecer de forma contínua.
A preocupação em estender o prazo para além de novembro surgiu em decorrência da quantidade de casos positivos para a doença no último ano. Dos 750 pacientes atendidos na unidade, em 10% foi encontrado algo suspeito e em 5% a doença foi confirmada após o exame de biópsia: quantidade acima da média, segundo os médicos.
Importância do diagnóstico precoce
De acordo com o médico urologista no Hospital de Amor, Thiago Perondi, os dois tipos de câncer mais comuns entre os homens são de pele e próstata. No entanto, o primeiro não causa risco de morte e por isso o câncer de próstata é mais preocupante em relação a gravidade e possíveis sequelas.
Um dos principais fatores que dificultam o diagnóstico e tratamento da doença são os próprios pacientes. Isso porque a maioria demora em procurar um médico antes que os sintomas apareçam.
“Tem homem que se sente orgulhoso de nunca ter ido ao médico e na verdade isso é uma visão distorcida, uma visão errada. Se você descobre uma doença no estágio inicial, como o câncer de próstata, a taxa de cura supera 90%”, informa o médico.
Sintomas que podem aparecer na fase avançada da doença:
Dor óssea,
dores ao urinar,
vontade de urinar com frequência e
presença de sangue na urina e/ou no sêmen.
“Se você esperar até algum problema para urinar, algum problema relacionado a parte sexual, ou algo do tipo, é sinal de que a doença está avançada. Normalmente a doença já está em situação avançada e não é passível de tratamento curativo”, aponta.
Onde procurar atendimento médico?
Em Porto Velho, o Hospital de Amor da Amazônia realiza consultas e atendimentos a partir das 14h, por meio de agendamento prévio. Basta entrar em contato com o número 4009 9000 ou comparecer pessoalmente na unidade de saúde. O atendimento inicial também pode ser realizado nas unidades básicas de saúde da capital.
Em Ji-Paraná, dez Unidades de Saúde devem atender no período noturno durante este mês. Clique para saber quais.
Em Ariquemes, a Prefeitura convocou a população para realizar o exame PSA, que indica alterações da próstata. Os atendimentos serão realizados na Unidade Básica de Saúde (UBS) de segunda a quinta-feira.
Devem procurar um médico:
Pessoas entre 50 e 75 que não possuem histórico da doença na família e
Pessoas a partir de 45 anos com histórico familiar da doença.
VÍDEOS: veja mais notícias de Rondônia