Campanha arrecada mais de 500 potes para armazenar leite materno

peixe-post-madeirao

Campanha arrecada mais de 500 potes para armazenar leite materno

peixe-post-madeirao
frasco pvh1

Um pote de vidro com tampa plástica pode não significar nada para muitas pessoas, mas pode ajudar bebês prematuros ou que nascem com algum problema de saúde. E para atender a esta demanda, a Prefeitura de Porto Velho realizou uma campanha que arrecadou mais de 500 embalagens, divulgando a importância do aleitamento materno.
As embalagens foram levadas para o Banco de Leite Humano Santa Ágata. “O pote ou frasco de vidro serve para armazenar o leite materno, que é doado por mulheres em fase de amamentação”, explica Rosimari de Souza Garcia Carvalho, gestora do Núcleo de Saúde da Criança (Semusa).
Ela explica que o leite materno doado é oferecido aos bebês que se encontram internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, e que são atendidos pelo Banco de Leite Santa Ágata.

Fundamental

Segundo Marilene Penatti, secretária adjunta da Semusa, o Banco de Leite é fundamental aos recém-nascidos: “É muito importante que as pessoas se sensibilizem para a importância do aleitamento materno para o desenvolvimento, principalmente de crianças que nascem com algum problema ou prematuridade”, destaca.

Maternidade

Coordenada pela Semusa e realizada pelo Departamento de Atenção Básica (DAB), a campanha aconteceu de 17 a 31 de maio e mobilizou os servidores da Maternidade Mãe Esperança e de todas as unidades de saúde do município para conscientizar sobre a amamentação materna.
Com o sucesso da ação, a Semusa optou por manter permanentemente a arrecadação, e as unidades de saúde continuarão funcionando como ponto de recolhimento dos potes de vidro.

De vidro

Qualquer pessoa pode ajudar na campanha. Basta doar potes na unidade de saúde mais próxima. Pode ser embalagem de café solúvel, maionese ou outro produto, desde que seja de vidro e com a tampa de plástico, material que não enferruja.