Rosangela Donadon pede a Fernando Máximo o aumento de convênio para custear exames de tomografia em Vilhena

peixe-post-madeirao

Rosangela Donadon pede a Fernando Máximo o aumento de convênio para custear exames de tomografia em Vilhena

peixe-post-madeirao
rosangela

A deputada estadual, Rosangela Donadon (PDT) solicitou ao Secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo que seja aumentado o convênio de custeio para fazer exames de tomografia no Hospital Regional de Vilhena.

A parlamentar ressaltou que o secretário municipal de Saúde do município de Vilhena, Wagner Borges informou que atualmente são feitos 25 exames de tomografia através do convênio com o Estado.  Mas o tomógrafo moderno computadorizado helicoidal multislice 16 canais adquirido através de uma emenda parlamentar no valor de R$ 1,5 milhão destinada pela deputada Rosangela Donadon, tem capacidade para realizar no mínimo 100 tomografias por dia, por isso a parlamentar solicitou ao Governo de Rondônia o aumento de convênio para custear mais 30 exames de tomografia por dia podendo com isso chegar a no mínimo 60 exames diários.

Rosangela Donadon disse que o Secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo informou durante uma reunião com ela que o Estado tem um convênio com o município para a realização das tomografias e esse convênio é pago conforme a sua produção na realização dos exames de tomografias.  Fernando Máximo, garantiu a deputada que se Vilhena aumentar o número de exames feitos por dia, o repasse do dinheiro também será aumentado.

“É importante aumentar o número de pacientes atendidos com os exames de tomografia feitos no Hospital Regional de Vilhena, pois nele são atendidos pacientes de todo o Cone Sul. O secretário de saúde, doutor Fernando Máximo, garantiu que se Vilhena aumentar o número de exames feitos por dia, o repasse do dinheiro também será aumentado. Solicitei então que fossem aumentados mais 30 exames, podendo chegar a até no mínimo 60 exames de tomografias realizadas diariamente para contribuir com a melhoria da saúde ofertada no Cone Sul”, ressaltou a deputada.