Jair Montes pede que MP investigue realizadores de festas clandestinas

peixe-post-madeirao

Jair Montes pede que MP investigue realizadores de festas clandestinas

peixe-post-madeirao
jair montes

O deputado estadual Jair Montes (Avante) enviou ofício de N.º 231/GDJM/2021 ao Procurador Geral de Justiça, Aluildo de Oliveira Leite, solicitando a investigação de festas e eventos clandestinos que ocorreram neste fim de semana em Porto Velho durante o feriado santo. Além de identificar os responsáveis, organizadores e participantes, adotando as medidas cabíveis e necessárias. 

Circulam nas redes sociais diversos vídeos de uma festa clandestina com mais de 100 pessoas sem máscaras, entre elas cantores conhecidos da região. O que causou indignação em muitas pessoas, diz o parlamentar. 

“De um lado temos mais de 70 pessoas na fila esperando um leito de UTI e do outro pessoas que debocham da pandemia fazendo festas. E o pior daqui a pouco estas mesmas pessoas podem estar pedindo leito de UTI. Todos estamos cansados de tudo isso, mas não podemos relaxar. A vacina vai chegar para todos e enquanto isso temos que continuar no distanciamento e seguindo os protocolos”, ressaltou o parlamentar. 

Mandioca

A mandiocultura é uma atividade essencialmente familiar, que gera empregos de forma direta e indireta em muitos municípios rondonienses. A pandemia do novo coronavírus trouxe insegurança em diversos ramos da economia e, para manter a agricultura familiar de Rondônia fortalecida, o deputado estadual Jair Montes, com o objetivo de viabilizar o aumento da produção de farinha e outros derivados da mandioca e atendendo pedido dos agricultores solicitou a Secretaria de Estado da Agricultura – SEAGRI, estado de Rondônia, que garanta distribuição de manivas de mandioca com qualidade genética e fitossanitária. 

O pedido é para ajudar os produtores da agricultura familiar a continuarem com sua produção e vendas durante a pandemia assegurando o sustento do produtor rural e sua família. 

Agricultores

O pedido é para atender os agricultores de: Nova Mamoré, Porto Velho, Rio Crespo, Campo Novo, Guajará-Mirim, Candeias do Jamari, Cujubim, Monte Negro, Machadinho do Oeste e Alto Paraíso. O pedido já foi protocolado e aguarda resposta da Seagri.