Aprovado: Projeto de Lei de Anderson cria o Dia do Imigrante Pomerano em Rondônia

peixe-post-madeirao

Aprovado: Projeto de Lei de Anderson cria o Dia do Imigrante Pomerano em Rondônia

peixe-post-madeirao
anderson

Os deputados estaduais aprovaram na sessão ordinária do dia 31 de agosto, Projeto de Lei do deputado Anderson Pereira (PROS), que institui o Dia do Imigrante Pomerano, no calendário oficial do estado de Rondônia, a ser comemorado anualmente no dia 28 de junho.

Incrustado na região Oeste de Rondônia, com 4,5 mil quilômetros quadrados, o município de Espigão do Oeste, na divisa com Mato Grosso, abriga uma população de 40 mil habitantes, dos quais, mais de quinze mil são descendentes de pomeranos. Segundo o pesquisador Jorge Kuster Jacob, a palavra Pomerânia teve origem na língua Wendes Pomerje, significando “terra junto ao mar”. Hoje, eles formam a maior colônia desse povo na Amazônia Brasileira.

Crises

A imigração dos Pomeranos ao Brasil teve início no final da década de 1850. Os imigrantes oriundos da Pomerânia tiveram de fugir de crises e perseguições sucessivas na Europa para tentar refazer sua vida no Brasil.

Os pomeranos se estabeleceram, já a partir do início da segunda metade do século XIX, principalmente nos estados brasileiros de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Espírito Santo. Formaram também comunidades em outras regiões do país como em Minas Gerais, Rondônia e Paraná.

Calendário

Anderson diz ser de grande valia que o estado tenha essa data em seu calendário oficial, ressalta ainda a importância desses imigrantes nas terras rondonienses, considerando que ajudaram na fundação do município de Espigão do Oeste.