Acir Gurgacz é eleito presidente da Comissão de Agricultura do Senado

peixe-post-madeirao

Acir Gurgacz é eleito presidente da Comissão de Agricultura do Senado

peixe-post-madeirao
Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) realiza reunião semipresencial para instalação dos trabalhos e eleição da presidência e da vice-presidência para o biênio 2021-2022.

Presidente da CRA, senador Acir Gurgacz (PDT-RO) à mesa em pronunciamento. 

Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) foi eleito por aclamação, nesta quarta-feira (24), presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) para o biênio 2021-2023.

A eleição para a vice-presidência foi adiada por conta de um impasse com a indicação dos senadores Wellington Fagundes (PL-MT) e Soraya Thronicke (PSL-MS) para o cargo. 

O presidente destacou que os maiores desafios da comissão nos próximos anos serão o posicionamento estratégico da agricultura brasileira no mercado internacional, a regularização fundiária e a discussão em torno do novo marco legal para o licenciamento ambiental.

“Vamos trabalhar em conjunto com a Comissão de Relação Exteriores. Temos um produto de exportação e queremos ampliar a exportação não só de commodities, mas também de produtos industrializados”, afirmou.

Gurgacz destacou que 30% do PIB brasileiro vêm do agronegócio e da agropecuária, e por isso a CRA tem um um papel de muita importância para o país, com grande contribuição para a economia.

O senador afirmou também que vai marcar para sexta-feira (26) uma reunião remota para tratar do encaminhamento das emendas da CRA ao Orçamento. Gurgacz nomeou Soraya, ex-presidente da comissão, como relatora das emendas. 

Soraya ressaltou a importância da reforma agrária no Brasil e afirmou que é preciso fazer o processo por inteiro, pois não há reforma sem título de domínio da terra.

“Se vai fazer um processo de reforma agrária, que entregue o título para a pessoa. Chega a ser desumano, porque esses pequenos que ficaram assentados ficaram sem nenhuma condição de trabalhar. Sem seu título, sequer podem ter acesso ao Plano Safra. Eles ficam a margem de toda a possibilidade de prosperar, que é o intuito da reforma agrária — disse.

Investimentos

Wellington chamou atenção para a importância de uma manutenção eficiente das estradas brasileiras. Segundo ele, a logística é um dos grandes problemas atuais do agronegócio. 

O senador ressaltou também que o Brasil dá exemplo com uma agricultura e agropecuária de excelência. “Temos uma produção de proteína animal de ponta, usando tecnologia e pesquisa”.

Já o senador Cid Gomes (PDT-CE) destacou a importância do setor para o Nordeste. Segundo ele, 20% da população do Ceará tira seu sustento do setor primário. 

Os senadores Carlos Fávaro (PSD-MT), Paulo Rocha (PT-PA) e Jayme Campos (DEM-MT) também parabenizaram o presidente eleito, Acir Gurgacz, e ressaltaram a importância de mais investimento no setor. 

Palestras

A comissão aprovou requerimento de Gurgacz para criar ciclos de palestras e debates que serão realizados às sextas-feiras no período da tarde. Segundo o senador, o objetivo é debater questões relevantes locais e nacionais.