Trabalhador é morto e tem corpo carbonizado por colega

peixe-post-madeirao

Trabalhador é morto e tem corpo carbonizado por colega

peixe-post-madeirao
dnlburigo-arquivo-policia-giroflex-10_12190

Wellington Cardoso da Silva, 26 anos, foi morto carbonizado em uma propriedade rural na linha 32, sentido Jaci-Paraná, em Porto Velho. Os restos mortas da vítima foram encontrados nesta segunda-feira (09) por funcionários da empresa onde a vítima trabalhava. Segundo as investigações da polícia, o homem teria sido morto pelo amigo de trabalho na madrugada de domingo (08).

Eles estariam em uma bebedeira na residência em que era utilizada como alojamento para uma empresa de plantação de soja. O autor do crime teria confessado o assassinato para amigos e dito: “Matei um ladrão e coloquei fogo”.

O acusado fugiu do local e ainda teria colocado fogo na motocicleta da vítima, uma Honda Bros. A Polícia Civil investiga para tentar prender o acusado, descobrir a motivação para o crime e se houve participação de outras pessoas. (Rondoniaovivo)