Suspeito de tráfico de drogas morre em tiroteio e PM apreende 2,5 kg de drogas em Macapá

peixe-post-madeirao

Suspeito de tráfico de drogas morre em tiroteio e PM apreende 2,5 kg de drogas em Macapá

peixe-post-madeirao
Suspeito de tráfico de drogas morre em tiroteio e PM apreende 2,5 quilos de drogas em Macapá

Um casal também foi preso suspeito de participação na venda dos entorpecentes. Ação aconteceu no bairro Infraero 1, na Zona Norte da capital. Materiais apreendidos com suspeitos de tráfico de drogas

Leandro Costa dos Santos, de 36 anos, morreu após entrar em confronto com uma equipe do Batalhão Força Tática (BFT) no bairro Infraero 1, na Zona Norte de Macapá. De acordo com a corporação, o homem era um dos chefes do tráfico de drogas na região.

O caso aconteceu no sábado (17). Na mesma ação, foram apreendidos 2,5 quilos entre crack e maconha, R$ 7,3 mil em dinheiro, além disso um casal de irmãos foi preso suspeito de participação na venda dos entorpecentes.

Segundo o BFT, a equipe chegou ao paradeiro dos suspeitos depois de uma denúncia anônima de que uma casa na Travessa Monsieur Gomes servia como ponto de uma intensa de comercialização de drogas.

Ao chegar no local, ainda de acordo com o BFT, o casal tentou correr para dentro do terreno e jogaram um pacote no chão. A dupla foi capturada no pátio da residência e os policiais continuaram as buscas pelo terceiro suspeito.

De acordo com a corporação, Santos foi encontrado no quintal da casa. Ao perceber a aproximação dos agentes, ele teria atirado contra a equipe, que revidou o ataque e baleou o homem.

O Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados e confirmaram óbito de Santos ainda no local.

Ainda foram apreendidos na residência utensílios para o refinamento de drogas, balança de precisão, uma pistola calibre .380 usada pelo criminosa. A polícia que no pacote branco jogado no chão pelo casal continha crack.

A dupla presa foi apresentada no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval.

Fonte: G1 Amapá