Morre policial que atirou na própria cabeça, em Vilhena

peixe-post-madeirao

Morre policial que atirou na própria cabeça, em Vilhena

peixe-post-madeirao
policial-civil-vilhena

A tragédia foi registrada na tarde desta terça-feira, 03 de Agosto, na Feira Municipal do Centro, na avenida Leopoldo Peres, em Vilhena.
Moradores acionaram a Polícia Militar informando que avistaram o momento em que o policial civil Wagnor da Costa Oliveira Ricardo, de 38 anos, chegou ao local em uma moto e entrou na feira, de onde na sequencia foi ouvido um estampido provocado por disparo de arma de fogo.

Ao chegarem o que havia ocorrido, encontraram Wagnor caído ao lado da arma, ainda vivo. Populares chamaram imediatamente a Polícia Militar e uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros Militares.

Com uma perfuração por disparo de arma de fogo na cabeça, o policial foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros ao pronto-socorro do Hospital Regional, em estado grave.
Apesar dos esforços da equipe médica que o atendeu, Wagnor não resistiu a gravidade do ferimento e veio ao óbito.

A Polícia Civil e a Polícia Técnico-Científica (POLITEC) realizaram os trabalhos no local, apreendendo a arma de calibre .380 usada pelo policial.

De acordo com a polícia, Wagnor enfrentava sérios problemas de depressão e havia feito declarações preocupantes aos colegas policiais, que o procuravam desde o meio dia na tentativa de encontrá-lo e evitar o pior.

A Polícia Civil abriu inquérito policial e deve investigar os motivos que levaram a vítima a atentar contra a própria vida. Fonte: Rota Policial News