Ex-prefeito é preso sob suspeita de envolvimento em atentado contra radialista em Rondônia

peixe-post-madeirao

Ex-prefeito é preso sob suspeita de envolvimento em atentado contra radialista em Rondônia

peixe-post-madeirao
policia2

A Polícia Civil deflagrou a Operação 6º Mandamento na manhã desta quarta-feira (8) em Jaru (RO). Seis mandados de busca e apreensão. O ex-prefeito de Governador Jorge Teixeira foi preso e é investigado por tentar matar o radialista Hamilton Alves em 2018.

Os mandados foram cumpridos em decorrência de dois inquéritos policiais da Delegacia de Jaru. Além dos seis mandados de busca e apreensão, foram cumpridos dois mandados de medidas cautelares e uma prisão preventiva.

A operação ocorreu em Jaru e Governador Jorge Teixeira. Com cerca de quarenta e cinco policiais civis, entre investigadores, escrivães e delegados.

Tentativo de homicídio

O radialista Hamilton Alves sofreu uma emboscada na BR-364 na tarde do dia 20 de março de 2018. Ele havia saído de Jaru com destino a Ouro Preto do Oeste, e sofreu o atentado ao reduzir a velocidade do veículo nas proximidades de uma lombada.

Nesse meio tempo, dois pistoleiros se aproximaram em uma motocicleta. Um homem que estava na garupa da moto efetuou sete disparos com uma pistola .380. O radialista foi alvejado com cinco tiros.

A Delegacia Regional de Jaru montou uma força tarefa e em 30 de julho de 2018, três vereadores e sete pessoas de Jorge Teixeira foram presos. Em 12 de outubro do mesmo ano, o ex-prefeito foi afastado do cargo sob suspeita de envolvimento no atentado contra o radialista, além de supostas fraudes na contratação de serviço de transporte escolar.

A reportagem tenta contato com a defesa do ex-prefeito. Fonte: EBC