Polícia Civil desvenda grupo de extermínio que atua em Rondônia

peixe-post-madeirao

Polícia Civil desvenda grupo de extermínio que atua em Rondônia

peixe-post-madeirao

Grupo organizado de fazendeiros e empresários, que atua no estado de Rondônia é desvendado por operação feita pela Polícia Civil.

Este esquema funciona a mando de empresários e fazendeiros, que contratam os pistoleiros para assassinar pessoas. Segundo a Polícia Civil os assassinatos são motivados principalmente por disputa de terras, onde os suspeitos estão interessados em madeira e terras ilegais. De 2018 para este ano, 18 pessoas foram assassinadas em Vista Alegre do Abunã envolvidas em disputas de terras.

O advogado Marcos Vilella, foi surpreendido em maio deste ano, quando dois homens foram até o seu escritório, um deles, mostrou ao advogado um áudio onde um dos mandantes negocia o valor do assassinato do advogado.

Uma força tarefa foi feita pela Polícia Civil de Rondônia para identificar todos os empresários e fazendeiros envolvidos nas negociações dos assassinatos, a polícia investiga as reuniões, onde os fazendeiros e empresários negociam quem será a próxima vítima, ao qual eles dividem os custos do pistoleiro contratado para executar a morte das pessoas. O esquema funciona como uma espécie de consórcio do crime. Uadra Casteliani, é um dos pistoleiros, em um áudio ele admite que realiza o serviço.

Uadra Casteliani, teve a prisão decretada, mas está foragido. O pistoleiro, Valdevino Cawboy, que também teve mandado de prisão decretado, continua foragido. Fonte: SGC