Pais devem vacinar os filhos, mesmo sem a caderneta

peixe-post-madeirao

Pais devem vacinar os filhos, mesmo sem a caderneta

peixe-post-madeirao
cadeneta vacina

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa) orienta os pais a não deixarem de vacinar os filhos pela falta de caderneta de vacinação. “A caderneta não é indispensável para vacinar”, diz a secretária de saúde, Eliana Pasini.

A orientação é feita porque, desde abril de 2018, a Semusa não recebe as cadernetas do Ministério da Saúde. De acordo com Eliana, a nova remessa, com 5 mil unidades, deveria ter chegado em outubro, mas, até o momento, o MS não deu previsão do envio.

Em nota, o Ministério da Saúde informou que a impressão das cadernetas está em fase final do processo licitatório, mas não há prazo para o envio de novas remessas. Como alternativa, a Semusa confeccionou, por conta própria, dois mil cartões de vacina, para atender a população, mas já estão esgotados.

“Nas unidades, os pais recebem um papel com carimbo, que confirma a vacina, basta guardar o papel e, quando chegarem as cadernetas, será feita a troca e realizado as anotações de consultas e medidas da criança”, explica a titular da Semusa. Assim que chegar as novas remessas, a Semusa informará aos pais para que realizem a troca.