Ji-Paraná: Semeia participa de palestra sobre coleta seletiva e logística reversa

peixe-post-madeirao

Ji-Paraná: Semeia participa de palestra sobre coleta seletiva e logística reversa

peixe-post-madeirao
PALESTRA SEMEIA (3)

A secretária municipal de Meio Ambiente e o vice-presidente da Região Central da ANNAMA, Jeane Muniz ministrou palestra sobre Coleta Seletiva, Logística Reversa e Captação de Recursos para Projetos no estande da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

“A palestra foi importante para mostrar o que fazer para que os municípios consigam recursos para projetos ambientais. A própria Funasa é uma das instituições que têm na sua política de incentivo a fomentação em projetos voltados para sustentabilidade”, informou Jeane Muniz.  

A logística reversa, segundo a secretária, é realizada por meio de sistemas que promovem a coleta, reuso, reciclagem, tratamento e disposição final dos resíduos gerados após o consumo de diversos produtos.

“Precisa, de fato, que os municípios consigam aplicar efetivamente a logística reversa, ou seja, fazer com que a responsabilidade das empresas que comercializam os produtos não acabe quando o produto chega na mão do consumidor, mas que ele consiga retornar os resíduos para a cadeia produtiva”, lembrou a secretária.

“Já é lei, mas os municípios não conseguem fazer com que isso aconteça. Temos a coleta seletiva em alguns bairros da cidade, mas já estamos preparando para que nos próximos meses atenda 100% da cidade. A lei já está pronta para ser votada, acrescentou.

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), tem realizado ações para sensibilizar visitantes e expositores da 9ª  Rondônia Rural Show Internacional sobre a importância da preservação do meio ambiente, da reciclagem do lixo e da arborização.

“A equipe está distribuindo sementes de rosa acácia, flamboyant, açaí e chuva de ouro no estande da prefeitura, visando incentivar a arborização. Estamos também apresentando diversos vídeos sobre educação ambiental e distribuindo panfletos explicando como é feita a separação do lixo para reciclar”, concluiu Jeane Muniz.