Para Itapuã do Oeste, Alex Redano destina R$ 400 mil para melhorias nas estradas vicinais

peixe-post-madeirao

Para Itapuã do Oeste, Alex Redano destina R$ 400 mil para melhorias nas estradas vicinais

peixe-post-madeirao
alex redano

Para melhorias nas estradas vicinais de Itapuã do Oeste, permitindo a locomoção e transporte da produção da zona rural, o presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), anunciou a destinação de emendas, no valor de R$ 400 mil, atendendo ao pedido do vereador Fábio Junior (PMN), com que se reuniu nesta semana, e também contemplando demandas do prefeito Moisés Cavalheiro (MDB).

“Sempre tenho destinado emendas para o município de Itapuã, apoiando o trabalho da prefeitura e contribuindo para levar benefícios à população”, explicou Alex Redano.

Os R$ 400 mil em emendas, serão divididos em R$ 200 mil para a compra de tubos corrugados, para a troca de pontes e pontilhões de madeira na zona rural, e mais R$ 200 mil para apoiar a recuperação das estradas vicinais. Alex Redano disse que trabalha junto ao Governo para assegurar que Itapuã seja contemplado com asfalto urbano. 

Chupinguaia

O município de Chupinguaia, no Cone Sul de Rondônia, é mais um a ser beneficiado com a atuação parlamentar de Alex Redano, que destinou duas emendas de R$ 200 mil cada, somando R$ 400 mil em investimento. O anúncio das emendas foi feito durante encontro com os vereadores Denilson do Cidade Alta (Republicanos), Toninho Bertozzi (PSDB), Idenei Dummer (PDT), Eder da Van (DEM) e Gaguinho do Táxi (PDT).

Uma emenda será destinada para a compra de tubos corrugados, para a substituição de pontes de madeira, somando R$ 200 mil. A outra, também de R$ 200 mil, será aplicada na melhoria da creche municipal Jovelina Batista de Oliveira.

Leite

Outra questão debatida pelo deputado e vereadores foi o preço do litro de leite, pago ao produtores rurais pelos laticínios. A média está em apenas R$ 1,20 o litro, com a ameaça de reduzir ainda mais, levando um prejuízo enorme para as famílias que retiram o seu sustento com a produção leiteira.

Os vereadores relataram que num encontro com a direção da Emater, foram informados de que um estudo preliminar apontou que o custo para produzir um litro de leite em Rondônia, em média, é de R$ 1,27. “Ou seja, bem abaixo do valor que está sendo pagado, de R$ 1,20. É prejuízo certo e precisamos tomar algumas medidas, que tragam um ganho real para os produtores. Preço abaixo de R$ 1,80 é prejudicial e temos que achar uma alternativa, de imediato”, completou Redano.