Venezuelano sobe em torre de energia e deixa meia Rio Branco sem luz. Into é afetado

peixe-post-madeirao

Venezuelano sobe em torre de energia e deixa meia Rio Branco sem luz. Into é afetado

peixe-post-madeirao
venezuelano na torre

Um homem ainda não identificado subiu em uma torre se energia localizada próxima a “corrente”, na BR-317, e acabou provocando um “apagão” em meia cidade de Rio Branco.

Os riobranquenses acordaram sem energia elétrica na Capital na manhã desta sexta-feira (19). O motivo foi que o Venezuelano Eduardo Rafael Rodrigues Farias, de 32 anos, subiu em uma das torre do linhão de energia elétrica da Estação Taquari, que fica localizado na Via Verde, próximo à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito, de Rio Branco.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a torre possui aproximadamente 69.000 volts e foi pedido para que a Energisa suspendesse a transmissão de energia para parte da cidade de Rio Branco, deixando cerca de 108.115 residência sem o fornecimento, afim de resguardar a vida do estrangeiro.

O venezuelano desceu e foi encaminhado à UPA do Segundo Distrito, por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), onde passará por avaliação e posteriormente se houver necessidade será levado para o Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac).

Ao ser desligada a energia elétrica, cerca de 50 pacientes que estão na UTI do INTO, acabaram sendo prejudicados, pois a ventilação teve que ser manual, pois os geradores de energia elétrica não funcionaram e foi o maior corre e corre dentro da Unidade de Saúde, que é referência em tratamento da Covid-19 no Acre.

Ainda não tivemos a informação de óbito no INTO devido o desligamento da energia elétrica. Ainda segundo alguns profissionais da saúde ouvidos pela reportagem, disse que esse desligamento pode deixar graves sequelas em alguns pacientes que estão lutando pela vida no hospital.

A empresa Energisa  diz que emitirá uma nota falando sobre o ocorrido e passará maiores detalhes posteriormente.

Fonte: Ecos da Notícia