Uber Flash: opção de envios de itens pelo app chega a Porto Velho

peixe-post-madeirao

Uber Flash: opção de envios de itens pelo app chega a Porto Velho

peixe-post-madeirao
uber flash
A partir desta sexta-feira (5/02), o Uber Flash, serviço exclusivo para o envio de itens e encomendas, começa a ficar disponível em todas as cidades com presença da Uber no Brasil. A modalidade foi criada em maio de 2020 e já funciona em outras cidades brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador.

O Uber Flash foi uma das inovações da Uber na pandemia que foram mais bem recebidas por usuários e motoristas — em 2020, mais de um milhão de itens foram enviados com a modalidade no país. A opção foi criada com o objetivo de contribuir com as novas demandas de mobilidade que surgiram nos centros urbanos no contexto da Covid-19. Como a Uber é uma comunidade, também ajudou a aumentar o número de pedidos para os motoristas parceiros e os ajudou a gerar mais renda.

O Uber Flash funciona como o UberX, mas ao invés de solicitar uma viagem para o seu deslocamento, você solicitará para enviar ou receber um item:

1. Abra o app da Uber e toque no ícone com um pacote (“Entrega”)
2. Verifique se o seu item está devidamente embalado e se atende as diretrizes do Uber Flash
3. Selecione a opção “Enviar” ou “Receber” e adicione nome e telefone do destinatário ou remetente
4. Digite o endereço de retirada e de entrega do item
5. Reveja as regras do Uber Flash e confirme a solicitação
6. Quando o motorista parceiro chegar, o item deve ser entregue para ele na calçada. Use o chat do aplicativo se precisar se comunicar ou fornecer mais informações


Desde o início da pandemia, a Uber desenvolveu
diversas ações para apoiar a comunidade de parceiros e usuários e as cidades, além de lançar inovações para que todas as viagens sigam um padrão de segurança que inclui, entre outros recursos, uma verificação do uso de máscaras por meio de selfie. Saiba aqui o que mais a Uber fez até agora para apoiar cidades, parceiros e comunidades durante a pandemia.