Cristian Cravinhos vai ao STF para tentar censurar série sobre caso Richthofen

peixe-post-madeirao

Cristian Cravinhos vai ao STF para tentar censurar série sobre caso Richthofen

peixe-post-madeirao
cristian-cravinhos-418x235

Cristian Cravinhos, um dos assassinos do casal Richthofen, vai recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar censurar a série de TV “Investigação Criminal”, cujo segundo episódio da primeira temporada retrata o crime cometido por ele, seu irmão, Daniel Cravinhos, e Suzane Richthofen, em outubro de 2002. As informações são do colunista Rogério Gentile, do UOL.

Há cerca de um mês, o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) rejeitou um pedido feito por Cravinhos para que o episódio da série fosse retirado do ar. Ele alegou ter o “direito ao esquecimento” e também pedia uma indenização de R$ 500 mil pela utilização na série de 12 fotos com a sua imagem.

Derrotado em primeira instância, Cravinhos disse em um recurso apresentado ao TJ que está cumprindo sua pena, que logo estará em regime aberto e que deseja “viver em paz”. Segundo ele, a exposição de sua imagem na série de TV significa uma condenação a uma “pena perpétua”.

Segundo a reportagem, os advogados de Cravinhos prepararam recursos ao STF e ao STJ, e entraram com um recurso de admissibilidade, solicitando que o Tribunal de Justiça de São Paulo envie os autos para os dois tribunais superiores.

Na petição, ele diz que a série atenta contra o artigo 5º da Constituição, segundo o qual são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas.

“Por ter cometido um crime que, de acordo com as empresas recorridas é de interesse da sociedade, [Cravinhos] não pode ser lembrado pelo resto da sua vida por este delito”, disse na ação o advogado Valdir Rodrigues de Sá, que o representa. “Como conseguirá viver em sociedade, ter um novo emprego, com toda essa propaganda negativa em seu desfavor?”, questiona Rodrigues de Sá. Fonte: Isto É