Athletico-PR segura Atlético-GO fora de casa e segue na Copa do Brasil

peixe-post-madeirao

Athletico-PR segura Atlético-GO fora de casa e segue na Copa do Brasil

peixe-post-madeirao
athletico-pr-atletico-go-copa-do-brasil-futebol

O Athletico-PR segurou o Atlético-GO no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, para levar a melhor no confronto rubro-negro das oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (4), o Furacão e o Dragão empataram em 2 a 2, resultado que beneficiou os paranaenses, que tinham vencido o jogo de ida, há uma semana, por 2 a 1.

A classificação rende uma premiação de R$ 3,45 milhões aos cofres do Athletico-PR, a ser financiada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A definição do adversário das quartas será por meio de sorteio nesta sexta-feira (6), a partir das 15h (horário de Brasília).

Apesar de ter a vantagem do empate, o Furacão não se acomodou no campo de defesa e equilibrou as ações ofensivas com o time da casa. Aos 44 minutos da etapa inicial, o volante Christian recebeu passe da direita do meia Nikão e arrematou de primeira, no canto do goleiro Fernando Miguel, abrindo o marcador para os visitantes.

O Dragão voltou melhor do intervalo. Aos seis minutos, o volante Richard derrubou o atacante Zé Roberto na área, após cruzamento do lateral Natanael pela esquerda. Com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), o juiz Bruno Arleu de Araújo marcou pênalti na jogada. O próprio Zé Roberto bateu e empatou a partida.

O gol acordou novamente o Athletico-PR, que quase fez o segundo aos 18, em cobrança de falta do meia David Terans que Fernando Miguel salvou, mandando a bola no travessão. Dois minutos depois, o zagueiro Éder fez pênalti no atacante Renato Kayzer. Nikão cobrou e o goleiro do Atlético-GO defendeu, mas, alertado pelo VAR, o árbitro ordenou uma nova batida, porque o arqueiro do Dragão não estava com o pé na linha. Coube a Renato Kayzer o chute que recolocou os visitantes na dianteira.

O árbitro de vídeo deu as caras novamente aos 33 minutos, anulando o que seria o segundo gol de Renato Kayzer, observando um impedimento de Nikão no lance. Nos acréscimos, aos 51, os goianos igualaram novamente. O goleiro Bento salvou o cabeceio do atacante Lucão, mas Éder aproveitou o rebote e mandou para as redes. A equipe da casa pressionou atrás do gol da virada, sem sucesso.

Os dois rubro-negros voltam a se preocupar com o Campeonato Brasileiro. Neste sábado (7), às 18h, o Athletico encara o São Paulo na Arena da Baixada, em Curitiba. No domingo (8), às 18h15, o Atlético-GO visita o Ceará na Arena Castelão, em Fortaleza. Os duelos valem pela 15ª rodada da Série A.

Fonte: EBC