Fluminense e Boca Juniors Duelam por Título Inédito na Libertadores

peixe-post-madeirao

Fluminense e Boca Juniors Duelam por Título Inédito na Libertadores

peixe-post-madeirao

Transmissão ao vivo pela Rádio Nacional a partir das 17h

O sonho de conquistar a Copa Libertadores está a um passo de se tornar realidade para o Fluminense, que enfrenta o Boca Juniors (Argentina) às 17h (horário de Brasília) deste sábado (4) no emblemático estádio do Maracanã. O embate histórico terá transmissão ao vivo pela Rádio Nacional, prometendo fortes emoções aos fãs do futebol sul-americano.

Busca pelo título inédito

O Tricolor das Laranjeiras tem a chance de reescrever a história da Libertadores, após ter sido derrotado na única final que disputou, com uma amarga derrota nos pênaltis para a LDU no dia 2 de julho de 2008. Agora, com o comando de Fernando Diniz, o time carioca busca sua primeira conquista na competição, com a esperança de levar a taça para casa.

O Fluminense tem mostrado sua força jogando em casa, com um desempenho invejável de 2 empates e 4 vitórias, incluindo uma goleada de 5 a 1 sobre o River Plate. Esse desempenho robusto dá confiança à equipe e ao técnico Fernando Diniz, que busca a melhor formação para garantir o triunfo.

O zagueiro e capitão tricolor, Nino, expressou a emoção de disputar a final em casa: “É especial viver esse momento no Maracanã. Desde que soubemos que a final seria aqui, [estar aqui] foi um objetivo que traçamos. Ficamos muito felizes e conhecemos o campo, mas não sei se é tão determinante. Sei que teremos pessoas queridas presentes, como nossa família e torcida, o que nos enche de motivação e faz com que entremos em campo com um algo a mais”.

Estratégias em Jogo

Há muita expectativa sobre como o Fluminense entrará em campo, aproveitando a qualidade de seus atacantes para criar oportunidades para o artilheiro argentino Germán Cano. Por outro lado, Fernando Diniz mantém o mistério sobre a formação inicial, deixando os torcedores ansiosos.

“Diferente do Almirón [técnico do Boca], vocês terão que imaginar […]. A base de minha estratégia é colocar [em campo] o melhor time para cada jogo. É isso que farei amanhã”, declarou Diniz.

Histórico de Finais

Em contrapartida, o Boca Juniors busca o sétimo título na Libertadores, que os igualaria ao Independiente como o clube mais vitorioso da competição. Com uma trajetória defensiva sólida, os argentinos chegam à 12ª final da Libertadores, a primeira desde 2018.

O técnico do Boca, Jorge Almirón, analisa o adversário: “Acompanho o Fluminense desde o início da Copa Libertadores. É um time que tenta jogar, troca posições e faz isso muito bem. A equipe tem a ideia do treinador muito bem representada em campo, assim como jogadores históricos, que atuaram em grandes times. É uma final e estamos preparados para enfrentar este tipo de jogo”.