A Fórmula 1 passou por uma cena incomum na segunda largada do GP da Hungria, realizada após o período de bandeira vermelha pela batida que eliminou Valtteri Bottas, Sergio Pérez, Lando Norris, Charles Leclerc e Lance Stroll da corrida. Todos os carros decidiram ir aos boxes para trocar os pneus intermediários por compostos de pista seca, menos o então líder da corrida Lewis Hamilton.

Solitário no grid, o heptacampeão foi o único a ver as cinco luzes vermelhas se apagarem, enquanto os outros 14 carros do pelotão aguardavam pelo sinal nos boxes para retornarem para a pista.

O momento cômico, porém, foi de drama para a Mercedes, já que Hamilton teve de ir aos boxes para trocar pneus na volta seguinte e caiu para o último lugar, dando a liderança nas mãos do francês Esteban Ocon, da Alpine.

 

bottas verstappen
Na primeira largada Valtteri Bottas praticamente acabou com a corrida da Red Bull ao causar um acidente dos grandes na curva 1.