Desembargador Eurico Montenegro Júnior e conselheiro Elton José Assis recebem títulos na ALE

peixe-post-madeirao-48x48

Desembargador Eurico Montenegro Júnior e conselheiro Elton José Assis recebem títulos na ALE

peixe-post-madeirao

O desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJRO), Eurico Montenegro Júnior, e o conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB), advogado Elton José Assis, receberam em sessão solene na tarde da última quinta-feira (17) os Títulos de Cidadãos Honorários de Rondônia no Plenário Lúcia Tereza Rodrigues dos Santos na Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero). A honraria foi proposta pelo deputado estadual Cirone Deiró (União Brasil) e aprovada por unanimidade pelos demais parlamentares da Casa de Leis.

 

Além do proponente e dos homenageados, a mesa foi composta pela presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron), juíza Euma Tourinho; pelo vice-presidente do TJRO, desembargador Osny Claro de Oliveira Júnior; pelo corregedor e vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Rondônia (TRE-RO), Miguel Monico Neto; pelo procurador de Justiça do Ministério Público do Estado de Rondônia (MP-RO), Eriberto Gomes Barroso; pelo Defensor Público-Geral do Estado de Rondônia, defensor público Victor Hugo de Souza Lima; pelo desembargador do TJRO, Roosevelt Queiroz Costa; pelo Procurador Geral do Estado de Rondônia, procurador Thiago Denger Queiroz; e pelo presidente da OAB-RO, Márcio Melo Nogueira.

 

A sessão solene teve o objetivo de conceder os títulos de cidadãos honorários do estado de Rondônia pelos relevantes serviços prestados pelos homenageados. “Sinto-me honrado por ter apresentado esse projeto de decreto legislativo no intuito de homenagear dois cidadãos, um potiguar e outro goiano, como rondonienses. A dedicação destas personalidades com a Justiça são exemplos para todos nós. Este é um ato de reconhecer as pessoas que desbravaram e acreditaram neste estado, pois são pessoas que construíram nossa história e que são dignas de receberem a mais alta honraria concedida pela Assembleia Legislativa”, destacou Cirone Deiró.

 

 

Euma Tourinho fez uma homenagem a parte para o decano Eurico Montenegro Júnior. “Esta cerimônia visa condecorar a vida deste decano, o qual sempre demonstrou que a intelectualidade é propícia na vida dos profissionais do Direito, atuando por quatro décadas. Dizem que as pessoas são únicas, mas o senhor é extraordinário além de ser humano ético e estudioso. O tempo aposenta homens, mas não apaga sua história. A sua seriedade foram nortes valiosos no respeito à Constituição e as leis, construindo toda sua história assim como da justiça rondoniense”, ressaltou.

 

Márcio Melo Nogueira valorizou o trabalho do deputado Cirone Deiró em homenagear personalidades do meio jurídico rondoniense. “Destaco o quanto tem sido feliz o reconhecimento feito pelo deputado Cirone na outorga de personalidades que participaram da construção do nosso estado, pois são ídolos para mim. Cada um com sua maneira deram contribuições imensas, principalmente no respeito à Constituição e à Justiça com o propósito de servir e ajudar nossa comunidade. Aqui estamos para homenagear duas pessoas que fizeram do servir uma norma a ser seguida em suas carreiras. O que torna esta homenagem mais do que justa”, resumiu.

 

Para Victor Hugo de Souza Lima, a honraria é justa pelo vasto trabalho empreendido pelos profissionais no campo jurídico. “Hoje é um momento de felicidade, mas também um momento especial de reconhecer o trabalho de pessoas que dignificam o exercício da profissão. São duas personalidades que moldaram a personalidade jurídica em Rondônia. É um instante de enaltecer a alegria e apreço de compartilhar este momento com pessoas que participaram da construção do nosso estado”, afirmou.

 

 

Thiago Denger Queiroz deu parabéns à Alero assim como ao deputado Cirone Deiró pela justa homenagem aos homenageados. “Parabéns pela homenagem e pelas escolhas, pois são duas pessoas extraordinárias. Algo que muito nos orgulha. Relembro o período como aluno do professor Eurico. Ele ali estava por questão de vocação. Me orgulho e agradeço por todo esse desempenho em prol do nosso judiciário. Isso é o que Rondônia precisa de pessoas como vocês e hoje nosso estado se orgulha por acolhê-los como cidadãos”, frisou.

 

Eriberto Gomes Barroso afirmou que os homenageados dignificam a Justiça. “A responsabilidade é muito grande, pois julgar não é julgar de forma fria, mas sim sentir a necessidade de Justiça. Nosso poder judiciário é um dos melhores do Brasil e devemos isso a pessoas que chegaram em Rondônia na década de 80 para servir a sociedade. Sem a advocacia, nossa democracia não seria nada. Nós temos na advocacia o fato de fazer valer o direito e feliz o homem que serve como exemplo”, citou.

 

De acordo com Miguel Monico Neto, contar com a presença de diversos atores do meio político demonstra a grandeza dos homenageados. “Eurico, sua história se mistura com a história de Rondônia, deixando um legado sendo exemplo para todos os magistrados e trouxe inúmeras luzes para aqueles que o sucederam. Já com o Elton tive o prazer de compartilhar sua preocupação de integrar a OAB e o seu aperfeiçoamento de carreira é digno de elogios. São duas pessoas que fizeram tanto por nosso estado e nada mais justo que esta homenagem na Assembleia”, acrescentou.

 

 

Roosevelt Queiroz Costa disse que a merecida homenagem é honrosa pela história dos profissionais do Direito em Rondônia. “Eles são exemplos às novas e futuras gerações de advogados. Cada um de nós temos uma história para contar com os homenageados que vieram para Rondônia para atuar. Hoje, a homenagem não é só do Legislativo, mas é uma honra presenciar este momento. O cidadão rondoniense que tanto ajudou na construção do nosso judiciário. Sou pelo tamanho que vejo e não do tamanho da minha altura. Congratulo os homenageados, pois é um momento que ficará marcado nas nossas vidas”, relatou.

 

Osny Claro de Oliveira Júnior fez questão de destacar a honraria aos homenageados. “São personalidades notáveis que conquistaram o respeito e a admiração de todos nós. E, neste momento, eles nos unem como cidadãos rondonienses. Nós de Rondônia valorizamos a lealdade. Ser nomeado é mais que um título, é uma questão de pertencimento a esta terra”, resumiu.

 

Eurico Montenegro Neto, filho do homenageado Eurico Montenegro Filho, prestou homenagem ao pai durante a solenidade. “Hoje é um dia que muito nos alegra para a família Montenegro. Minhas palavras serão em favor do Eurico Montenegro Júnior que teve uma brilhante carreira, passando por todos os cargos no judiciário com 39 anos de prudência e equilíbrio. Ele cumpriu sua função pública de magistrado. Nossa mais profunda gratidão ao deputado Cirone Deiró, ao presidente Marcelo Cruz (Patriota) e a todos deputados pela concessão desse título de cidadão honorário. Eurico Montenegro Júnior fez por merecer este título”, disse.

 

 

Em seguida, Eurico Montenegro Júnior agradeceu as palavras dos oradores e se sentiu honrado pelo recebimento do título de cidadão rondoniense. “Agradeço a Deus por tudo que me proporcionou na vida. Não poderia deixar de agradecer esta Casa por me agraciar com este título por um estado em que escolhi para construir minha família. Para aqui trouxe minhas trouxas e aqui quero ficar”, frisou.

 

Para Elton José de Assis, a tarde foi de um sentimento profundo de humildade e gratidão pelas histórias dos dois profissionais. “O título é uma das maiores honrarias já recebidas e estou recebendo ao lado de Eurico Montenegro Júnior. Gratidão ao deputado Cirone Deiró, pois esta honraria tanto me orgulha em um misto de sentimentos, pois foi crescendo dentro de mim um sentimento de pertencimento a esta terra. Eu escolhi a advocacia como minha profissão de vida. É zelar pela justiça e dar voz àqueles que se encontram silenciados. Faço questão de compartilhar este momento com toda advocacia rondoniense. Sou beradeiro, destemido pioneiro e viva Rondônia”, afirmou.

 

Ao final, o deputado estadual Cirone Deiró entregou os Títulos de Cidadãos Honorários de Rondônia e parabenizou os homenageados que tanto fizeram pelo judiciário rondoniense. “Me senti honrado em proporcionar esta homenagem a dois homens que fizeram muito por nosso estado e que a partir desta data passam a ser cidadãos rondonienses, reconhecendo assim a notável trajetória e contribuição para o cenário jurídico rondoniense. Faço questão de encerrar o discurso com uma fala do líder Nelson Mandela que nos ensinou que: “Homenagear uma pessoa é uma maneira de mostrar respeito, admiração e gratidão pelos seus feitos e pelo impacto que ela teve em nossas vidas ou na sociedade como um todo””, encerrou.