Deputada Taíssa defende indicações por merecimento e não política

peixe-post-madeirao-48x48

Deputada Taíssa defende indicações por merecimento e não política

peixe-post-madeirao

A situação das terras produtivas em Rondônia foi abordada na tarde desta terça-feira (6) pela deputada estadual Dra Taíssa (PSD) da tribuna da Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero). A parlamentar também criticou a forma de escolha de ministros da Suprema Corte, o STF (Supremo Tribunal Federal), que é indicação política e não por merecimento.

De acordo com a parlamentar, o País precisa de mais e melhores investimentos em políticas públicas. “Temos que acabar com ideologia, e aplicar o que é certo, que atenda à vontade de a maioria da população”, argumentou. A deputada citou a recente nomeação para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), de um advogado pessoal do presidente Lula da Silva (PT). Para ela, isso tem que ser corrigido, “é inaceitável a indicação ser política e não por merecimento”.

Para a deputada, o povo brasileiro está cansado de ver o que está ocorrendo, pois temos que avançar em todos os sentidos. “A regularização fundiária é fundamental para consolidação da nossa economia, pois temos que ultrapassar barreiras ideológicas e buscar o que é certo, ético e acabar com indicações políticas”, concluiu.