//

Curso em Atendimento de Emergências na Sala Vermelha reúne profissionais da saúde em Porto Velho

peixe-post-madeirao-48x48

Curso em Atendimento de Emergências na Sala Vermelha reúne profissionais da saúde em Porto Velho

peixe-post-madeirao

Profissionais de saúde do HGuPv participando de treinamento teórico

 

Uma capacitação voltada ao Atendimento em Sala Vermelha para Emergências Urgentes, Clínicas e Traumáticas, reuniu 20 enfermeiros e técnicos de enfermagem, de 3 a 5 de julho, no Centro de Educação Técnico-Profissional na Área da Saúde (Cetas), em Porto Velho. Em parceria com o Hospital de Guarnição de Porto Velho (HGuPv), o curso foi destinado aos profissionais de saúde do HGuPv, e de outras unidades hospitalares da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

O curso teórico-prático abrange uma variedade de conteúdos essenciais para os procedimentos necessários em diferentes níveis de complexidade, que devem ser explorados, praticados e dominados durante situações, no atendimento de emergência na Sala Vermelha.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o estado tem desenvolvido com ações voltadas à promoção, prevenção e atenção à saúde, promovendo assim, o melhoramento da saúde e salvando mais vidas.

ASSISTÊNCIA

A iniciativa foi coordenada pela equipe do Curso de Urgência e Emergência da Gerência Técnica do Cetas, sob a orientação da gerente técnica, Cristiane de Oliveira e do técnico de enfermagem Adenilson Amaral, responsável pela elaboração do projeto.

Segundo a diretora-geral do Cetas, Luciene Almeida, a qualificação de trabalhadores da saúde tem como objetivo entregar aos usuários dos serviços, uma assistência mais eficiente e segura.

PROGRAMAÇÃO

No mês de julho acontece ainda, o curso de Suporte Avançado de Vida em Pediatria, para enfrentamento aos desafios críticos no atendimento emergencial pediátrico do Sistema Único de Saúde (SUS). Equipes de saúde, regionalmente capacitadas, incluindo médicos pediatras e enfermeiros recebem o treinamento. O curso combina teoria e prática dinamicamente, para preparar profissionais na gestão de casos pediátricos com risco de morte, visando aprimorar a assistência em unidades de urgência e emergência.

 

Com informações do Governo do Estado de Rondônia.