Corazinho volta a criticar cobrança do IPTU com drones e satélites

peixe-post-madeirao

Corazinho volta a criticar cobrança do IPTU com drones e satélites

peixe-post-madeirao
corazinho

Ao usar a Tribuna da Câmara Municipal de Cacoal na Sessão Ordinária realizada nessa segunda-feira (23), o vereador Valdomiro Corá (Corazinho MDB) reforçou seu posicionamento contrário ao Projeto de Lei 23/2022 de autoria do Executivo que altera a base de cálculo do IPTU de imóveis do município com a utilização de imagens feitas por satélites ou drones.

O Projeto retornou à Procuradoria do município após análise das Comissões Temáticas da Câmara para substitutivo. Ao criticar interesses politiqueiros em torno do assunto, Corazinho parabenizou os colegas da Casa de Leis por não permitirem que a pauta entrasse em votação.

Queima de máquinas – Na oportunidade, o parlamentar também voltou a fazer uma antiga cobrança que faz à Bancada Federal que representa o estado em Brasília, em relação à um maior posicionamento sobre a queima de máquinas nas propriedades rurais durante as Operações de combate à crimes ambientais, citando como exemplo com imagens e informações impressas em mãos, o caso de um madeireiro de Buritis que “entrou em pânico”, depois de ver seu instrumento de trabalho às cinzas.

“Enquanto isso, os deputados e senadores que nos representam, estão no bem bom, no ar condicionado, sem lutar em favor destes trabalhadores”, rechaçou.

Fiscalizações MPT e Refaz – Na Tribuna, Corazinho também relatou sobre as fiscalizações do Ministério do Trabalho (MPT) que, no entendimento dele, vem prejudicando trabalhadores, e parabenizou novamente os vereadores da Casa por também se posicionarem contra as ações do órgão.

Ainda em seu discurso, o vereador voltou a cobrar o cumprimento da Lei do Refaz, e solicitou à Mesa Diretora do Legislativo Municipal que encaminhe ofício à Assembleia Legislativa do Estado para que esta, intervenha a favor do cumprimento da Lei; e falou sobre outros assuntos de interesse de todos.