Confúcio Moura coleta seletiva, reciclagem e valorização dos catadores de recicláveis

peixe-post-madeirao

Confúcio Moura coleta seletiva, reciclagem e valorização dos catadores de recicláveis

peixe-post-madeirao
Confúcio Moura

Hoje foi um dia de alegria para o senador Confúcio Moura (MDB), entre tantas que o mandato têm lhe proporcionado. Fervoroso defensor da Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS, o senador foi informado que o primeiro recurso destinado a fomentar a coleta seletiva, a reciclagem e o apoio às organizações de catadores havia sido disponibilizado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, destinado ao município de Rolim de Moura.

Embora date de 2010, a Lei nº 12.305 é atualíssima e muito necessária. É a única, em nível federal, que reconhece o catador de materiais reciclável como agente de preservação ambiental e como agente econômico, pois o insere, por meio de suas cooperativas, como elo importante na cadeia da coleta e reciclagem de materiais recicláveis”, informa o parlamentar.

No Brasil, apenas 3% dos materiais recicláveis são aproveitados – quando o potencial é de 30%. Apenas 22% das pessoas no País são beneficiadas por algum tipo de coleta seletiva, o que representa 18% da população, havendo um enorme espaço a ser preenchido por esta política – logo, uma perda enorme de dinheiro indo com o lixo para o lixo.

Com esses recursos, Rolim de Moura se insere no rol dos municípios que dão ao lixo o valor que ele tem. Não se trata apenas de construir espaços e adquirir equipamentos, mas sim, também, oferecer aos trabalhadores melhores condições para a entrega, a coleta, a separação dos materiais e melhorar as condições de comercialização, ter preço melhor daquilo que vendem”, ressaltou Confúcio Moura, e continuou

Segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza – SELURB, se o plástico descartado fosse reciclado, seria possível retornar cerca de R$ 5,7 bilhões para a economia. Quase seis bilhões! Imaginem o tamanho disso. E quantos empregos gerados?”, enfatizou.

Convencido de quê não tem política mais inclusiva, Confúcio Moura lembra que tem em ações como esta uma das mais importantes do seu mandato, pois impacta diretamente em duas frentes que ele avalia importante: a primeira frente é a preservação do meio ambiente, em que a reciclagem diminui a pressão sobre a natureza. A outra frente é a inclusão, pelo trabalho, de pessoas que não teriam outra forma de renda senão a coleta de materiais recicláveis.

Trabalho tão importante e necessário não pode ser ignorado, não ter apoio, estímulo. As cooperativas de catadores de materiais recicláveis fazem um trabalho maravilhoso! Vou continuar a atuar para Rondônia avance cada vez mais com esta política”, concluiu o senador.