Quem não assistiu vídeo que Dráuzio Varella gravou em janeiro não entendeu discurso de Bolsonaro

peixe-post-madeirao

Quem não assistiu vídeo que Dráuzio Varella gravou em janeiro não entendeu discurso de Bolsonaro

peixe-post-madeirao
bolsonaro-cita-fala-de-drauzio-varela-resfriadinho-gripezinha

O presidente da República, Jair Bolsonaro, encerrou seu pronunciamento em cadeia nacional, nessa terça-feira, com uma referência a um vídeo gravado pelo médico Dráuzio Varella. Bolsonaro chamou a Covid19, causada pelo coronavírus, de uma gripezinha, de um resfriadinho.

Muita gente ficou sem entender e acabou criticando o presidente. O Madeirão reproduz aqui uma montagem que mostra o vídeo gravado em janeiro por Dráuzio Varella (no lado direito da tela), e um vídeo mais recente, que passa no lado esquerdo da tela.

No vídeo de janeiro, quando o coronavírus ainda não havia chegado ao Brasil, Dráuzio chama de gripezinha a doença provocada pelo vírus. O médico contratado pela Rede Globo fala, claramente baseado em estatísticas, que o coronavírus causa pouca ou nenhuma complicação em pacientes com menos de 60 anos e bom estado de saúde. Ou seja, ele mostra que a concentração de mortes do coronavírus está entre as pessoas muito idosas ou aquelas pessoas que sofrem de doenças crônicas.

O próprio médico fala que, em geral, essas pessoas de idade avançada acabam morrendo em função de outras gripes, infecções urinárias, pneumonia e até mesmo de doenças mais simples.

O presidente Bolsonaro citou as falas de Dráuzio Varella, mas não fez a referência direta ao médico, o que acabou dando a impressão de que estaria menosprezando a doença  e o sofrimento de outras pessoas, e estaria falando sem embasamento científico. No entanto, o que ele falou foi exatamente baseado em depoimento feito por um dos médicos mais famosos do Brasil.

O médico Dráuzio Varella, no entanto, gravou um vídeo mais recente (que é reproduzido neste vídeo postado nesta matéria) que acaba contradizendo suas próprias palavras. No entanto, esse “remendo” feito pelo próprio Dráuzio aparece sem citação de estatísticas ou dados técnicos, o que gera a impressão de que ele mesmo tenha dúvidas sobre seu mais recente posicionamento.

Veja o vídeo e tire suas conclusões.