Após 2 anos, posto para descarte de embalagens de agrotóxicos volta a funcionar em São Miguel do Guaporé, RO

peixe-post-madeirao

Após 2 anos, posto para descarte de embalagens de agrotóxicos volta a funcionar em São Miguel do Guaporé, RO

peixe-post-madeirao
Após 2 anos, posto para descarte de embalagens de agrotóxicos volta a funcionar em São Miguel do Guaporé, RO

Fechamento do local prejudicou principalmente as pequenas propriedades agrícolas do município. Descarte deve ser feito após a lavagem do recipiente. Veja como fazer. Os produtores de São Miguel do Guaporé (RO) já podem voltar a descartar as embalagens vazias de agrotóxicos no posto de recebimento da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron). O local ficou interditado por dois anos devido problemas logísticos e técnicos e prejudicou principalmente os pequenos produtores da região.
Segundo a Idaron, o posto foi interditado em 2019 por causa de dificuldades técnico políticas que a Associação de Revendas de Agroquímicos do Vale do Guaporé (ARPA) enfrentou na administração do posto de recebimento. Além disso, devido à pandemia da Covid-19, os processos de articulação e as obras foram paralisadas em 2020.
Isso prejudicou os produtores da região, que realizaram reivindicações para que o problema fosse solucionado, já que o acúmulo de embalagens nas propriedades foi alto, atingindo principalmente os pequenos produtores.
Com a reabertura do posto, conforme a agência, serão realizados mutirões de recolhimento itinerante, que serão coordenados pela ARPA. Em fevereiro, será feito um levantamento digital da quantidade de embalagens que precisam ser recolhidas no município.
Descarte correto
Galões utilizados para armazenamento de agrotóxicos
Divulgação/COD-PM
As embalagens de defensivos agrícolas são feitas com um plástico mais resistente e até em metal, e por isso pelo menos 95% das embalagens podem ser recicladas.
Antes do produtor realizar o descarte na Idaron, as embalagens precisam ser limpas. Para isso é preciso:
Retirar todo o produto da embalagem;
Lavar três vezes com água limpa (tríplice lavagem), que pode ser misturada mais uma vez ao defensivo e não descartada no solo;
Furar o fundo do recipiente; e
Deixá-lo secar.
É importante que o trabalhador faça a preparação da embalagem para o descarte usando as proteções adequadas, como roupa especial, botas, luvas, máscara e viseira.
Postos de recebimento em Rondônia
Segundo informações da Idaron, existem postos de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos em várias cidades de Rondônia:
Porto Velho
Ariquemes
Jaru
Machadinho D’Oeste
Ouro Preto D’Oeste
Ji-Paraná
Cacoal (cidade onde fica a Central de recebimento)
Pimenta Bueno
Nova Brasilândia D’Oeste
Alta Floresta
São Miguel do Guaporé
Espigão D´Oeste
Rolim de Moura
VÍDEOS: veja mais notícias de Rondônia