Com apoio da Semagri, produtor dobra produtividade de maracujá em Vilhena

peixe-post-madeirao

Com apoio da Semagri, produtor dobra produtividade de maracujá em Vilhena

peixe-post-madeirao
Produção de Maracujá (11)
Em um hectare, seu Antenor da Rocha dobrou a produção de maracujá de 5 toneladas para 10 toneladas após apoio da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri), com assistência técnica e colaboração em geral. O resultado desta e de outras propriedades foi verificado nesta semana em visita dos especialistas da Prefeitura na plantação, localizada na Associação dos Pequenos Produtores Rurais Sete de Setembro (APPRSS), na região do Rio Vermelho.
A equipe técnica da Seagri visitou as propriedades de Antenor da Rocha e Messias Oliveira Cardoso, produtores daquela região, que tiveram uma boa colheita do fruto. O engenheiro Edimar Rober, acompanhou a safra do maracujazeiro com incentivo da Semagri.
O especialista revela que o produtor que procura orientações técnicas desde o plantio até a colheita tem resultados melhores. “Com uma lavoura bem manejada e com bons tratos culturais é possível obter bons resultados. Temos solo de bom potencial para a produção. O maracujazeiro requer um manejo cuidadoso para conseguir uma boa safra. É muito trabalhoso, muita mão de obra e, com boa produção, a renda melhora”, pontuou o especialista.
Antenor começou o cultivo da fruta há 1,5 ano, fazendo a primeira colheita do fruto em abril deste ano e a segunda no início deste mês. “A primeira safra foi regular, porém a segunda foi boa e muito boa.  Edimar e Gustavo, que são os técnicos da Semagri, nos deram todo o suporte e realmente posso dizer que graças a eles a segunda colheita foi das melhores. De 5 toneladas saí para 10 toneladas. Só tenho a agradecer a essa dupla que me deu toda a assistência”, frisou Antenor.
O secretário municipal de Agricultura, Marcelo “Boca” ressalta que a Prefeitura está disponível para todos. “Queremos melhorar a produção de quem faz os alimentos de todos nós. Por isso temos patrulhas de máquinas, especialistas para orientar, distribuição de calcário, núcleo de regularização fundiária, balde cheio, porteira adentro e tantas outras ações. Vilhena avança com essa parceria da classe produtiva com o poder público”, finalizou.