Outubro Rosa: Prefeitura de Ji-Paraná incentiva a prevenção do câncer

 Campanha Outubro Rosa vem ganhando cada vez mais adesão pelo país, como incentivo para que as mulheres procurem as unidades de saúde para realizar exames preventivos. O diagnóstico precoce do câncer de mama e do colo do útero é fundamental para o tratamento.

Por isso, a partir da próxima segunda-feira (22), a Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), iniciará uma programação especial alusiva ao Outubro Rosa. Dos dias 22 a 26 de outubro todas as Unidades Básicas de Saúde do município estenderão o horário de atendimento das 7h30 às 17h30, sem agendamento.

Para as mulheres que trabalham durante todo o dia e não conseguem ir até uma unidade durante o horário de almoço, quatro UBS abrirão as portas até às 21horas. No primeiro distrito atenderão a noite a do Dois de Abril e o Centro de Saúde da Mulher Ceci Cunha. No segundo distrito as mulheres poderão procurar as unidades do BNH e Juscelino Cardoso (Exposição).

“Em todas as unidades as mulheres serão atendidas por ordem de chegada, para facilitar o acesso aos exames preventivos. A Prefeitura oferece esses exames durante todo o ano, mas para que todas as mulheres tenham acesso aos serviços, decidimos facilitar ampliando os horários de atendimento”, ressaltou a coordenadora do Programa Estratégia Saúde da Família (ESF), Marlene Alencar.

Para quem precisa realizar o exame de mamografia, o Centro de Saúde da Mulher Ceci Cunha também atenderá sem a necessidade de agendamento. Os exames serão oferecidos por ordem de chegada, de acordo com o pedido médico. Palestras serão realizadas sobre os cuidados com a saúde. O Ceci Cunha que também oferece exame preventivo Papanicolau, fica localizado na Avenida Clóvis Arraes, no centro da cidade.

Outra iniciativa da Semusa será oferecer nas UBS os testes rápidos. Ele fica pronto em 20 minutos e é gratuito. O objetivo é divulgar a importância do diagnóstico precoce e o tratamento de infecções sexualmente transmissíveis como o HIV, hepatites virais e sífilis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *