Browse By

Confúcio entrega ala psiquiátrica do HB e anuncia vagas de residência médica no setor

A ala de psiquiatria do Hospital de Base Ari Pinheiro foi entregue reformada ontem, em ato no qual ficou evidente o compromisso com o tratamento digno aos pacientes. O governador Confúcio Moura anunciou que serão criadas duas vagas para residência médica no setor.
Os avanços no tratamento dos pacientes psiquiátricos, que levam em consideração a dignidade e conforto, foram ressaltados pelos oradores. Mas o governador alertou que o setor de saúde passou por momentos críticos até a chegada do secretário Wiliames Pimentel e do secretário-adjunto Luiz Eduardo Maiorquim: “Nomeei técnicos, um delegado e um contador, mas a solução veio com Pimentel e Maiorquim. Com eles, a liderança cresceu e a qualidade melhorou”.
A reforma e ampliação da ala de psiquiatria agrega mais qualidade aos serviços prestados pelo Hospital de Base Ari Pinheiro. Foram acrescentados 35 leitos masculinos e 35 femininos, além de leitos para pediatria, área para oficinas de terapias variadas, ala de convivência e quadra poliesportiva.

Realidade

Graduada em psicologia e com passagem pela ala de psiquiatria há 20 anos, Joelma Sampaio, diretora adjunta do HB, falou das transformações ocorridas no tratamento dado aos doentes no passado. “Vi pessoas algemadas aqui”, testemunhou. Segundo Joelma, a realidade, agora, é outra “e faz bem aos pacientes”.
Ivo Lauro, coordenador do Departamento de Psiquiatria do HB, fez menção aos profissionais que já atuaram no setor e que contribuíram para que as melhorias fossem consolidadas. Ele disse ainda que o projeto para modernizar a ala foi amadurecido e elogiou a decisão do governo de implantar o modelo de qualidade. “Este é o único lugar em Rondônia para acolher estes pacientes”, disse o especialista.
O juiz federal Dimis da Costa Braga, registrou que a obra tem significado social importante, mas envolve questões de natureza orçamentária e fiscal, uma vez que é necessária a manutenção dos serviços com qualidade. O magistrado também destacou que a demanda por atendimento amplia com o crescimento da densidade populacional.

Ponto de partida

A melhoria nos serviços prestados pelo Hospital de Base a partir da entrega da reforma e ampliação da ala de psiquiatria serviu de ponto de partida para o discurso emocionado do secretário estadual da saúde Wiliames Pimentel.
Segundo o secretário, a unidade recebe cerca de 5 mil pessoas todos os dias e avança na prestação de serviços com a melhor qualidade.
Os resultados dos 500 exames por dia, segundo o secretário, podem ser recebidos pelos pacientes através do telefone celular. Ele também destacou o atendimento com diálise em Ariquemes para pacientes que eram obrigados a fazer duas viagens a Porto Velho por semana.

Obras

A inclusão do estado entre os que podem realizar transplantes de rim e córnea, as 50 cirurgias de catarata semanais, avião para transporte de doentes, atendimento domiciliar, aumento do número de leitos e os R$ 60 milhões mensais gastos com tratamento de câncer, segundo Pimentel, colocam a saúde de Rondônia entre as mais produtivas. “E tudo isto, praticamente, com o mesmo orçamento da gestão passada”, arrematou.
Ele anunciou ainda acordos com os municípios de Humaitá, Lábrea, Apuí e Manicoré, no Amazonas, e com o estado do Acre, que enviam pacientes para tratamento nas unidades de saúde de Rondônia. O reconhecimento ao governador Confúcio Moura pela atenção dada à área de saúde foi concretizada através de uma placa de agradecimento.