Browse By

Ouro Preto: PM e Detran realizam operação e apreendem oito motocicletas

A prática de direção perigosa, considerada crime, vem pondo em risco os pedestres e condutores, inclusive os próprios infratores motociclistas que, costumeiramente, vêm tocando o terror nas ruas da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste durante o período noturno, principalmente às quartas-feiras.
Diante dessa situação, a PM, em conjunto com o Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran), através da 7ª Ciretran, passou a realizar fiscalizações esporádicas com o intuito de coibir a prática de direção perigosa. Além disso, as entidades realizaram abordagens buscando combater os furtos e roubos de motocicletas na cidade.
A fiscalização, que envolveu seis policiais militares e quatro agentes de trânsito, iniciou-se na noite desta última quarta-feira (21), tendo duração de 6horas. Foram realizadas inúmeras abordagens em veículos, em vários pontos da cidade.

Licenciamento

Ao final da operação, foram apreendidas oito motocicletas, duas sendo conduzidas por menores. As seis restantes, com o licenciamento atrasado, além de uma delas estar com a placa quebrada, impossibilitando sua identificação.
Algumas das motocicletas estavam danificadas na carenagem traseira (rabeta) e com alteração no suporte de segurança do carona. Essas e outras características constatadas em alguns dos veículos apreendidos indicavam que eram utilizados para a prática de direção perigosa (empinar, cantar pneus, rachas).
Uma das motocicletas, uma Honda Titan, ano 2012, ao ser apreendida durante a fiscalização,já possuía um débito de quase R$ 5 mil em multas e impostos. Segundo um dos agentes de trânsito, o proprietário informou que não irá retirá-la.

Fiscalizações

O capitão PM Edvaldo de Araújo Elias, comandante da 3ª Companhia de Policiamento Ostensivo, fez questão de frisar que essas fiscalizações no trânsito, além de combater a prática de direção perigosa, também irão reprimir os furtos e roubos de motocicletas que vêm ocorrendo. O oficial também informou que a fiscalização não ocorrerá apenas nas quartas-feiras, podendo acontecer em qualquer dia da semana. Fonte: Gazeta Central