Browse By

Frota e equipamentos do DER terão sistema de monitoramento

O DER assinou, ontem, contrato com a Card Ideal, para a implantação do sistema de monitoramento em 100% da frota de máquinas, equipamentos e veículos do órgão, com quase 700 unidades. O acompanhamento poderá ser feito por meio de computador ou celular, de qualquer lugar com internet. O software gera informações a cada minuto e tudo pode ser acompanhado em tempo real.
A empresa iniciou a instalação dos equipamentos ntem, pelas unidades da 13ª Residência Regional; da usina de asfalto e pela Coordenadoria de Ações Urbanísticas (CAU). Somente nestas três unidades do Departamento, mais de 100 máquinas, equipamentos e veículos receberão os aparelhos de rastreamento e monitoramento via satélite. “A implantação do sistema é exigência do governador Daniel Pereira, que pede rigor na fiscalização no parque de máquinas, para que os resultados sejam cada vez mais satisfatórios à população”, afirmou o diretor-geral do DER, Luiz Carlos Katatal.
A empresa estima realizar a chipagem de pelo menos 20 equipamentos por dia. Com o sistema de “vigilância”, o governo poderá acompanhar detalhadamente todos os passos de sua frota de máquinas e equipamentos. “Podemos saber onde o maquinário está e o que está fazendo. Quanto tempo o equipamento trabalhou e de que forma executou o serviço. Se o servidor está operando a máquina de forma correta, ou não”, detalhou Katatal.
Com o funcionamento do software, os equipamentos do DER poderão ter manutenção automatizada, haja vista que o sistema gera códigos de defeito, casa haja alguma anormalidade. O software aponta detalhes de funcionamento como: tempo de uso em marcha lenta; aceleração excessiva; circulação em área não permitida; identificação do operadores/motorista; tempo de motor ligado com veículo parado; consumo de combustível, além de falhas como a falta de combustível; de graxa; de óleo; calibragem dos pneus; entre outros, facilitando a manutenção.

Cerca virtual

Para o diretor-geral, um dos maiores benefícios do sistema é que o governo poderá criar uma cerca virtual para cada equipamentos, de forma que qualquer deslocamento para fora dos limites o alarme do centro de controle do DER é acionado. E uma “caixa preta” das máquinas.