Browse By

Fease faz distribuição de bebedouros industriais e impressoras para unidades socioeducativas de Porto Velho

A Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo iniciou a distribuição, nesta quarta-feira (23), de materiais permanentes para as unidades socioeducativas. Desta vez são os bebedouros industriais que atenderão aos socioeducandos e a instalação de impressoras que atenderão aos servidores na rotina administrativa. Os equipamentos estão sendo instalados na em Porto Velho.

A presidente da Fundação, Sirlene Bastos, relata que apesar da equipe ser pequena e as demandes enormes aos poucos as melhorias na ambiência das unidades socioeducativas vão acontecendo. “Com muita união estamos dando respostas efetivas aos que executam a socioeducação na ponta. Não fazemos milagres, mas temos certeza de que nossos servidores são pessoas comprometidas com a população e faremos muito com o pouco que temos”, destaca.

A coordenadora de atendimento ao adolescente, Raika Fabíola Gusman, diz que os bebedouros entregues nas unidades socioeducativas contribuirão para o bem estar dos socioeducandos e dos agentes do socioeducativo. “Primamos pela qualidade e estamos na luta para o alcance de nossas metas”, destaca.

Já para o diretor da Unidade de Internação Masculina Sentenciados I (UIMS I), Norival Cardoso, atender essas demandas para melhorar o atendimento socioeducativo nas unidades é de suma importância. Ele comenta sobre os bebedouros e reforça que estava precisando muito. “É de suma importância esse bebedouro, por que água é vida e dá dignidade ao nosso atendimento aos adolescentes”, comenta.

A coordenadora administrativa e financeira da Fease, Cristiane Maria Cordeiro explica sobre a importância das impressoras que foram adquiridas para resolver demandas administrativas nas unidades socioeducativas e que neste primeiro momento vai atender a região de Porto Velho. “Mesmo havendo o Sistema Eletrônico de Informações (SEI), alguns setores dependem de impressão de documentos e para isso estamos suprindo essa demanda, para que as unidades tenham essa necessidade resolvida”, finaliza.