Browse By

Deputados e Governo garantem a convocação de 300 aprovados no concurso da PM

A assinatura na manhã desta quinta-feira (15), na Assembleia Legislativa, da ata de reunião realizada anteriormente entre deputados estaduais e membros do Governo, assegurou a convocação imediata de 300 dos cerca de 500 remanescentes, aprovados no concurso da Polícia Militar, em 2014, além de bombeiros e policiais civis.

Ainda neste mês de março, a depender do processo administrativo, deverão ser convocados para a academia os aprovados. A prorrogação do concurso que venceria em maio próximo, também foi assegurada, por mais dois anos.

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), os deputados Hermínio Coelho (PDT), Léo Moraes (PTB), Jesuíno Boabaid (PMN), Anderson do Singeperon (PV) e Alex Redano (PRB), os secretários da Casa Civil, Emerson Castro, de Finanças (Sefin), Wagner Garcia, e o adjunto de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Pedro Pimentel, assinaram o documento na presença de aprovados no concurso.

Em conjunto

“Foi um trabalho em conjunto de todos os deputados estaduais, que culminou com essa conquista importante, tanto para a sociedade, que vai ganhar novos policiais nas ruas e mais segurança; quanto para os aprovados, que fizeram o concurso e aguardam o chamamento”, destacou Maurão.

Esforço

O chefe da Casa Civil salientou o esforço do Governo para garantir a convocação. “A sociedade clama por mais segurança e sabemos dessa necessidade. Porém, essa convocação só foi possível pois o Governo fez os ajustes necessários. Quero pontuar também o trabalho dos deputados estaduais e desejar aos futuros policiais que ajam dentro da lei, respeitando os cidadãos de bem e sendo firmes com os bandidos”, acrescentou Castro.

O titular da Sefin ressaltou que a convocação foi possível também, em razão de o Estado ter feito esta escolha, em detrimento de outras. “Dentre as demandas, o Governo decidiu reforçar a segurança pública e fazer essa convocação”.

Efetivo

Boabaid reconheceu que a medida é benéfica para o reforço do efetivo da PM, o que vai se refletir numa presença maior do policiamento nas ruas. “Sem dúvida, essa é mais uma conquista de toda a sociedade e um avanço para a segurança pública”.

Crítico do Governo, o deputado Hermínio observou que ficou surpreso com o acordo cumprido pela administração estadual. “Não acreditava mais nesse chamamento. Reconheço que o Governo fez uma ação positiva, graças também à mobilização aqui dos deputados”.