Browse By

STF determina que senador Ivo Cassol cumpra pena de imediato

Com a decisão de ontem do STF, a enrolação do senador Ivo Cassol chega ao final. Foram meses empurrando com a barriga a condenação que foi proferida lá nos idos de 2013. A primeira consequência é, antes mesmo das autoridades decidirem qual vai ser o serviço que Ivo Cassol vai ter que prestar à comunidade, a saída do senador licenciado da corrida eleitoral para o governo do Estado de Rondônia. Ou seja, a saída definitiva.
Tal qual um morto vivo da série de TV The Walking Dead, Ivo Cassol vinha cambaleando de canto em canto insistindo que era candidato e que tinha voto garantido para voltar ao governo do Estado. Para quem está minimamente conectado com as atualidades na política, a conversa do ex-governador não passava de colóquio flácido para acalentar bovinos.
Nas redes sociais, Ivo Cassol é massacrado quando são publicadas notícias sobre suas condenações ou peripécias outras, como ter sido grampeado pela Polícia Civil do Distrito Federal em uma investigação sobre uma rede de prostituição.

Delatores

Ou então é achincalhado nas ruas ou na internet quando seu nome é citado por delatores das empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierres pela sua alcunha de Massaranduba, recebendo milhões de reais de propina para prestar serviços irregulares às empresas em episódios como as obras das usinas do Madeira ou então referentes ao dinheiro público da União que seria usado para implantar saneamento básico em toda a Capital e foi perdido por causa de má gestão de seu governo.
O nome Ivo Cassol, agora, é certeza de carta fora do baralho nessas eleições. Seu apoio deve servir de pá de cal a qualquer nome que queira indicar aos eleitores. A única dúvida que paira hoje sobre Cassol é se seu apelido – Massaranduba – era escrito com Ç ou dois S.