Ardida como Pimenta: A preocupação com os indecisos e nulos

Por Victoria Ângelo Bacon

Em cada pesquisa que é realizada, o número de eleitores que declaram ainda não ter candidato, tanto a presidente quanto a governador, vem crescendo. Preocupante dado que hoje foi novamente discutido pelos ministros do TSE. Poderemos ter a eleição com a maior rejeição às urnas da história.

Desde a Operação Lava Jato, o Movimento Vem Pra Rua e o Impeachment de Dilma Rousseff, a credibilidade nos políticos se esvaziou completamente. O discurso é ser Ficha Limpa, algo que deveria ser obrigatório e moral para o candidato, tornou-se um amuleto na campanha eleitoral.

Estamos a 20 dias das eleições e o eleitorado não se empolgou, a não ser quem é pago para levantar bandeiras, gritar e elogiar nas ruas o seu candidato. Nunca assistimos a um processo eleitoral tão vazio, tão atropelado e com tantos desafios e preocupações.

Esse resultado se projeta no mercado financeiro. O dólar bateu seu maior nível desde o Plano Real (cotado a R$4,18) e os índices de confiança externa no Brasil estão como um “cego procurando algo num cômodo escuro”.

Em Rondônia estima-se que mais da metade da população não decidiu quem votar nos cargos majoritários (presidente, governador e senador). São mais de 650 mil eleitores indecisos, sem envolvimento com a política e aguardando os últimos embates para decidir.

São esses eleitores que decidirão quem será o próximo presidente, governador e os dois senadores por Rondônia. Era esperado, por analistas em política e jornalistas renomados que acompanham a movimentação dos bastidores da política nacional, esses cenários tenebrosos e duvidosos. Somos o resultado da incerteza, da falta de credibilidade e da desgraça da politicagem brasileira. A conta chegou e teremos de suportar o resultado para o nosso bem ou para o nosso mal a partir de 27 de outubro.

Os candidatos têm poucos dias para convencer esse contingente enorme de eleitores do diferencial do seu nome, da sua história e principalmente como se apresentar politicamente correto.

 

SER FICHA LIMPA
Deparei-me com quatro candidatos em campanha pelas ruas de Porto Velho. Atentamente ouvi dos quatro o mesmo discurso: SOU FICHA LIMPA! Meu Deus, aonde chegamos? O que teria de ser algo sacramentado para um indivíduo tornou-se bandeira de campanha. É como se fosse uma ideologia em tempos de Brasil tão desacreditado. Mergulhamos na pior crise existencial política e de identidade da nossa história.

DIAS TOFOLLI
Não se enganem! Toffoli deve marcar sua passagem pela presidência do STF com muitos embaraços. É advogado de carreira e dará muito trabalho para os membros do Ministério Público. Já começou com Mantega e Aécio. Com Mantega ele concedeu liminar e em sua decisão satirizou o MPF do Paraná. Com Aécio, afastou o promotor mineiro que estava o investigando. Aguardem!

PESQUISA IBOPE
Uma nova pesquisa Ibope será divulgada na segunda-feira em Rondônia para os cargos e presidente, governador e senador. Eu sempre escrevi o que penso e considero sobre os institutos de pesquisa e as pesquisas em si. Para mim, elas servem apenas como termômetro para baixar a febre, nada mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *