Browse By

Acir reforça candidatura ao governo e amplia alianças em todo o Estado

A candidatura do senador Acir Gurgacz (PDT) ao governo do Estado ganhou força com a renúncia de Confúcio Moura (MDB), a posse de Daniel Pereira (PSB) no comando do executivo estadual, e com filiações de peso no PDT e nos partidos aliados. Acir está montando uma frente ampla que já conta com partidos como o PSB, PSC, PV, e possivelmente o Podemos, o PCdoB, o MDB e até mesmo o PSDB.
Confúcio e Daniel são aliados de Acir na atual gestão e fazem parte do primeiro escalão do arco de alianças que o senador está consolidando para disputar o governo. Mesmo permanecendo no MDB, Confúcio manterá aliança com Acir, visto que já foi esfaqueado pelas costas pelo presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho, candidato do MDB ao governo, flagrado em gravações conspirando um impeachment contra Confúcio.

Exércício pleno

O atual governador Daniel Pereira é aliado de longa data do senador Acir Gurgacz e já disse em muitos palanques que ele e o PSB manterão o compromisso com a candidatura de Acir ao governo. Nessa conta, entram o apoio de Acir às candidaturas do prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB), ao Senado; e de Mauro Nazif (PSB), ex-prefeito de Porto Velho, à Câmara dos Deputados; além de Cleiton Roque à Assembleia.
O senador está no exercício pleno de seus direitos políticos, visto que, segundo seus advogados, a decisão judicial da primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF) não afeta seus direitos políticos e nem prejudica suas pretensões políticas, pois ainda cabe recurso e o processo não foi concluído. Ou seja, o processo ainda não teve o trânsito em julgado – como se diz na linguagem jurídica para indicar o fim de qualquer possibilidade de recurso contra decisão judicial. Após a publicação do acórdão, o recurso poder ser feito na primeira turma ou no pleno do STF.

Alianças

No Cone Sul, além de filiar Melki e Rosangela Donadon ao PDT, o senador Acir já tem entabulada uma aliança com o PV, de Luizinho Goebel, e também conta com apoio de lideranças como os prefeitos de Cabixi, Silvênio de Almeida; o prefeito de Pimenteiras, Olvindo Luiz Donde; o vice-prefeito de Theobroma, José Abel Pinheiro; entre outros prefeitos, deputados e vereadores, que, mesmo de outros partidos, já declararam apoio a Acir.

Em Porto Velho, onde sempre teve expressiva votação, o senador Acir Gurgacz articula alianças com partidos e políticos que tiveram boa votação nos últimos pleitos. O candidato a vice-governador na chapa com Acir certamente será da Capital e as conversas estão sendo feitas com nomes como o deputado estadual Leo Moraes, a deputada federal Mariana Carvalho, a vereadora Joelna Holder (MDB), e lideranças do PSC, como o Pastor Sebastião Valadares, do PSB e do DEM.

Nove anos

Nesses quase nove anos como senador da República, Acir apresentou 59 projetos de lei e oito propostas de emenda à Constituição. Relatou mais de 312 matérias, apresentou 176 requerimentos e realizou mais de 45 audiências públicas para tratar dos assuntos de Rondônia.
Além disso, teve atuação de destaque na elaboração de muitas políticas públicas, como no Código do Processo Civil, no Código Florestal e no Orçamento Geral da União, e trouxe muitos recursos para projetos, obras e ações em todos os municípios de Rondônia. Foram mais de R$ 700 milhões para obras nos 52 municípios de Rondônia.